quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Horóscopo da Axé Music

*Em ritmo de carnaval

Áries:
Ae ae ae ae ae ae!
Áries meu amor!
Sem você vou enlouquecer!
Minha constelação do caçador!

Touro
O o o o o o o o o!
Touro em Salvador!
O o o o o o o o o!
Linha do equador!

Gêmeos
Eo eo eo eo eo eo!
Todo mundo de gêmeos juntos agora!
Eu sei que minha felicidade é você!
Mesmo que Andrômeda vá embora!

Câncer
Ae ae ae ae!
Tira o pé do chão câncer!
Todo mundo junto!
No ritmo de Marte!

Leão
Ao ão ão ão ão!
Leão descendo até o chão!

Virgem
Ie ie ie ie ie!
Sem virgem não viverei!
Porque você é minha felicidade!

Libra
Ia ia ia ia ia!
Quero ouvir libra cantando!
Só vocês!!!

Escorpião
Eo! eo! eo! eo! eo!
Tira o pé pra cima escorpião!
Levantou poeira!
Nos anéis cósmicos de saturno!!

Sagitário
Io io!! io io! io!!
Sou 100% sagitário!
Estou ficando louco por você!

Capricórnio
Óo óo óo óo óo!!!!!!!!!
Bota a mão no capricórnio!
Retroagindo em postulações!

Aquário
Ao ao ao ao ao!
Dança do aquário!
Minha sorte é você!!!!!!!!!!

Peixes
E! !e! !e e !!e e!
Vamo lá peixes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Guia CH3: Como se tornar popular usando Tropa de Elite

Com os olhos marejados pelas lágrimas que corroíam sua alma ela se virou para ele. Ele, que ela tanto amava e em quem projetou os mais belos sonhos que alguém poderia sonhar. Virou-se para ele sabendo que tudo estava terminado, que os sentimentos que antes a faziam viver, agora eram responsáveis por sua morte. Virou-se e disse “Você nunca saberá o que é o amor, com esses seus olhos vazios, que nada mais me fazem sentir. Está tudo acabado, nosso amor, minha vida, meus sonhos, tudo acabado”. Seus outrora vazios olhos se encheram de amargor. Ele sabia que não poderia discordar do que ela dissera. Mas não sabia como concordar. Ele também havia projetado tanto, prometido tanto. Prometido a si mesmo. Mas sabia que sim, estava tudo terminado. Sabia que seria a última vez que poderia dizer algo a ela. Ela, que o fazia viver. Com seus olhos amargos, segurou sua mão e lhe disse “Sei que não há do que discordar. Deixo que vá, mas nunca me peça para que eu consiga viver. Afinal... Minhas bolas estão coçando, querida”. Ela então virou freira e ele se matou.

O exemplo acima, criado por mim (aliás, em CH3 os textos são sempre nossos. Quando não, damos algum crédito, acho) nada mais é além do que um exemplo de que uma frase errada dita no momento errado pode provocar estragos. Imaginem por exemplo, se Martin Luther King ao invés de ter dito “Eu tenho um sonho de que, um dia, nas rubras colinas da Geórgia, os filhos de antigos escravos e os filhos de antigos senhores de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade” tivesse dito “Eu tenho um sonho de que, um dia, irei comer a Marilyn Monroe”. Provavelmente ele não seria assassinado, mas teria passado o resto da sua vida contando anedotas em um bar da Louisiana.

E como saber as frases certas? Sei lá, eis o mistério da fé. Ou digo, o mistério, apenas. Mas enfim, nesse texto te ensinaremos algumas coisas a esse respeito.

Primeiro, partamos do principio de que sua vida está uma merda. Você está sem amigos, as pessoas nunca acham suas piadas engraçadas, e você é corintiano ou vascaíno. Enfim, uma merda. O que você pode e deve fazer? É simples. Você pode conseguir ser popular utilizando frases do filme tropa de elite.

Para isso, não é necessário assistir o filme. Não, não precisa gastar dinheiro indo ao cinema, ou comprando a versão pirata. Nem precisa baixar da internet. Tudo o que você precisa é gravar as seguintes frases: “Pede para sair” e “você é um fanfarrão”.

Grave as bem, anote as num papel e ande sempre com o papel no bolso, para o caso de você esquecer. Agora vamos dizer como você deve usá-las. Essas frases são poderosas e se forem usadas de maneira errada podem causar constrangimento, no mínimo.

Vamos lá. Começamos com “você é um fanfarrão”. Primeiro lembrete, você deve utilizar o nome de seu interlocutor antes da frase, precedido por “senhor”. Explicando melhor, se a pessoa a quem você irá dirigir a frase se chama Asdrúbal, você deve dizer “Senhor Asdrúbal, você é um fanfarrão”.

Essa frase pode ser utilizada para citar uma pessoa que tenha cometido uma atitude equivocada. Não importa qual tenha sido. Batido o carro, deixado o sorvete cair no chão. Se o motorista do seu ônibus não parar no ponto, diga “Senhor motorista, você é um fanfarrão”. Diga isso com certo desprezo. Treine antes em frente do espelho, o treinamento trará um resultado mais eficiente. Sim eu falei sério, treine. Agora mesmo. Isso, boa garoto. Será sucesso imediato, os passageiros todos irão te abraçar, inclusive o motorista, o qual esperamos que tenha estacionado o veiculo antes de ir te abraçar.

A outra frase é “pede para sair”. Pode ser utilizada nos mesmos casos anteriores, mas é muito mais abrangente. Há uma diferença em sua entonação, ela deve ser dita de maneira mais raivosa. Quase gritada. E não deve utilizar “senhor” antes. Diga apenas “Asdrúbal: pede pra sair”. Pode ser utilizada também para se referir a pessoas insatisfeitas, ou que estejam fazendo um serviço porcamente. Diga “garçom: pede pra sair” quando o garçom demorar a trazer seu pedido. Você provavelmente nem terá que pagar a conta de tanto sucesso que você vai fazer com essa frase.

Use na internet também. Quando discordar do comentário de alguém em uma comunidade do orkut diga “Sr. Horácio, você é um fanfarrão”. Coloque uns erros de português, pra ficar mais realista.

Se não entendeu explico melhor. Você está em uma comunidade intelectual do orkut tal qual “Sua inveja é minha vitória”. Uma pessoa, que chamaremos de Srto. Tom Black Wild Poney posta um comentário polêmico como “ow, eU sOu o kRa + FdA dAh cOMu hsus lol”. Não hesite e coloque “Sr. Srto. Tom Blac Wild Ponei vc eh um fanfarraum”... Pensando bem, não faça isso. Aliás, torço para que nenhuma pessoa assim visite o nosso blog, o que, ahn, deve ser quase impossível.

Esqueçamos o exemplo. Mas, garantimos sucesso imediato. As pessoas irão te adicionar, e ainda escreverão depoimentos e serão suas fãs. Depois você será convidado a participar da comunidade “os vips do orkut”.

Enfim, use as frases de tropa de elite sempre. Elas garantem o seu sucesso profissional e pessoal. Afinal “O pimpolho é um cara bem legal, pena que, po, pena que ele não pode ver mulher”.

sábado, 26 de janeiro de 2008

Benga Boys lançam cd.

Inicialmente a idéia era lançar uma fita. Dizem que fita cassete contém a essência do rock. Mas os Benga Boys acabaram lançando cd mesmo, porque era mais fácil de fazer. Lembrando que a banda já havia lançado cds antes, dando início a uma sórdia história, que você pode conferir aqui.

A gravação foi no banheiro da casa de Pedro Tolete, que serve também de abrigo para a banda. Durante algumas músicas inclusive, é possível ouvir a porta batendo e o som do que parece ser uma pessoa urinando. O disco termina genialmente com o som de uma descarga. Zé Coveiro, que já desenhou zines, foi o responsável pela arte da capa, feita à mão com caneta bic e xerocada para a distribuição.

Quanto às músicas, o cd chega a ser mais hardcore do que o primeiro lançado em 1990, "Drinking in Devil's Ass". Naquela ocasião a banda perdeu alguns fãs que pretendem reconquistar com o atual, que recebeu o nome de "I Have Sex With Hot Moms". Quando perguntados se a banda havia amadurecido musicalmente, os integrantes responderam que "isso é desculpa pra banda que vira uma merda".
De fato,
ouvimos com exclusividade o material e afirmamos categoricamente que a banda está longe disso. Estamos disponibilizando aqui as faixas do cd:

1) My Dick Itches
2) Your Ass is Mine
3) Fuck Politicians
4) Santa Claus Son of a Bitch

5) I Have Sex With Hot Moms
6) Shit on the Corner
7) Put My Cock in Your Ears
8) Greek Kiss is Cool
9) T.O.B.A.
10) Lick My Balls
11) Live With the Pigs
12) Toilet Song
O cd tem aproximadamente 10 minutos de duração.
Pra quem quer conhecer a banda, aqui vai uma foto. Ou pelo menos uma representação gráfica.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Como se tornar crítico de cinema

Eis uma atividade quase tão ruim quanto o jornalismo e não é a toa que muitos jornalistas exercem essa função. Só mesmo alguém que tenha passado pela faculdade de comunicação social poderia exercer tão cruel função. O crítico de cinema tem o trabalho de assistir vários filmes e dizer se gosta deles ou não. Para isso normalmente eles usam seus conhecimentos em linguagem cinematográfica, e os mais metidos fazem uso de todas as ciências humanas existentes para explicar os filmes que ele gosta.

Certo que nem sempre é isso o que acontece. Para se ser crítico de cinema não é preciso entender muita coisa de cinema, e às vezes não é preciso nem assistir nenhum filme. Basta seguir algumas regras para se tornar um crítico conceituado. Claro, você pode seguir o caminho de críticos Pop, que falam bem até de 300, por exemplo, mas ai, você não terá o reconhecimento, não poderá freqüentar as rodas de intelectuais com a cabeça erguida.

Primeiro, é de bom grado que você tenha feito algum curso na área de comunicação e artes. Se for na ECA da USP, melhor ainda. E ainda na sua formação, ajuda se você tiver feito um, talvez até dois filmes na carreira. Os filmes claro deverão ser chatíssimos e com uma fotografia absolutamente inovadora, que de dor de cabeça em quem tentar assistir. Descreva-o como “moderno demais”, “uma mistura de Cidadão Kane com Deus e o Diabo na Terra do Sol”. E claro, os filmes devem ter um nome fantástico como “Isolado na multidão” ou uma metáfora sem sentido, mas que pareça ser genial.

Claro que você pode criticar sem ser um cineasta fracassado, mas isso irá dificultar em muito sua reputação. Se você tiver feito o filme, na hora em que alguém ler uma crítica sua e outra pessoa perguntar “quem fez” poderá responder “é, um cara ai que fez um filme, Isolado na multidão, a história de um imigrante nordestino que vai para São Paulo, onde consegue algum dinheiro a base da prostituição, mas mesmo assim não se sente realizado. Um professor meu de cinema passou uma vez”.

Mas certo, vamos a parte das análises. Você deve criar um sistema de classificação. Pode ser à base de ovelhas, um anagrama do seu sobrenome, tanto faz. Mas, a título de exemplo, usaremos as estrelas. 0 estrelas para os ruins e 5 estrelas para os bons.

Então tá. Primeiro, todos os filmes feitos nos anos 2000 merecem 0 estrelas. 1 estrela para filmes dos anos 1990, 2 para os anos 1980, 3 para os anos 1970, 4 para os anos 1960 e 5 para qualquer filme feito antes e durante a década de 1950. Esta é a base inicial.

Filmes americanos nunca ganham estrelas a mais, a não ser que seja um filme americano que critique os costumes americanos. Em compensação, quanto mais longe o país do filme for dos EUA, mais estrelas ele ganhará. Um filme canadense ganha meia estrela, um brasileiro ganha uma. Um filme iraniano ganha mais 4. Procure pelo filme no google, menos resultados, mais estrelas. Se o filme estiver passando em mais de duas salas de cinema, comece a tirar estrelas. Se for um filme francês, búlgaro, esloveno, passando em mais de duas salas de cinema, ou, pior ainda, em uma sala de cinema convencional, detone-o. Dizendo algo como “a Croácia que sempre nos presenteia com belos filmes, dessa vez apresenta um filme convencional, uma clara tentativa de tentar fazer cinema americano nos Bálcãs”.

Veja a sinopse do filme e os atores que participam. A cada ator que você conheça o nome, retire meia estrela. Com essa fase prévia de avaliação, você já pode publicar suas análises. Mas, se você quiser, você pode realmente ver os filmes. Dará-lhe trabalho, poderá lhe dar mais análises e talvez mais reconhecimento, mas é muito mais arriscado. Você pode correr o risco de começar a entender do assunto.

Certo, você está lá para assistir o filme. Se o cinema for difícil de ser encontrado, o filme ganha mais estrelas. Quanto menos pessoas no cinema, mais estrelas para o filme. Se alguém rir em algum momento do filme, tire uma estrela. Se você rir, retire todas as estrelas. Cada vez que aparecer uma pessoa correndo, retire estrelas. Observe a fotografia. Se ela for exótica, merece cinco estrelas apenas por isso. Se o diretor usar apenas roxo e alaranjado, filmar apenas as orelhas das pessoas. Se o filme, por exemplo, tiver tons amarelados, e com excesso de iluminação, que chegue a doer os olhos, escreva algo como “O filme tanto esteticamente, quanto em seu conteúdo, impacta. O espectador sai do cinema nocauteado, como se tivesse levado um soco no fígado”. Aliás, lembre-se, o boxe é o único esporte que pode ser praticado impunemente nos filmes.

Observe as longas cenas de silêncio. Como, uma cena em close nos olhos do ator, durante 18 minutos, sem mostrar mais nada em volta. Se alguém dormir durante o filme, adicione estrelas. Se você dormir no filme, adicione cinco estrelas. Diga que é a cena mais reflexiva do cinema contemporâneo. Quanto mais flash backs, quanto mais cenas sem explicação, enfim, se você sair do cinema sem entender nada, o filme é ótimo. Mas é claro, alerte que talvez muitas pessoas não conseguirão entender o filme. Se o filme te der vontade de virar o rosto, de tão ultrajante, se você sentir vontade de vomitar, ou, consumar o ato, mais estrelas para o filme.

Bem, isso já é o suficiente para criticar um filme. Mas lembre-se de algumas outras coisas:
- Filmes com cenas de estupro são bons e chocantes.
- Filmes com cenas de um homem sendo estuprado são ainda melhores e ainda mais chocantes.
- Closes do toba, vulgo ânus, tornam um filme cult.
- Filmes brasileiros nunca serão melhores do que os argentinos.
- Filmes ganhadores do Oscar nunca serão realmente bons.
- Filmes ganhadores do Leão de Cannes, do Urso de Berlin, do Ornitorrinco prateado de Adelaide, são ótimos.
- Consumo de drogas tornam o filme realista.
- Armas só podem ser usadas para suicídios. Mas os suicídios devem ser de maneira mais dramática, cortando os pulsos.

Agora, você já está pronto para criar seu blog de críticas cinematográficas. E não se esqueça, dia 22 de fevereiro estréia Rambo IV.

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Mais poemas de Vinícius

A primeira edição de Poemas de Vinícius foi um sucesso estrondoso. Não tanto quanto o conto erótico, é óbvio. Afinal, mais da metade da internet é movida a sexo. O orkut, os fotologs e os sites realmente úteis são apenas 1/4.
Mas nem por isso deixaremos de incentivar a cultura. Mesmo que ninguém vá no Google pesquisar "poemas de Vinícius", a gente coloca aqui uma amostra da segunda edição do livro "Gressana: antologia poética", livro que contém versos do poeta Vinícius (deixando claro que não é o de Moraes, mas sim esse que vos fala).
Não percamos tempo, vamos logo a um poema parnasiano, mostrando que o autor também envolveu-se com a mais rebuscada fase da poesia.

Papibaquigrafando

Contemplei, ó insanos mequetrefes
De tal magnífico papibaquígrafo
As abóbodas octangulares e singulares
Equipará-lo torna-se impossível

Conteúdo explêndido interior
D'outra vez o menestrel ousou profanar
Agonia ele hoje em profundezas abissais
De seu profundo crepúsculo cardíaco.

Um pouco mais à frente, o autor relembra sua passagem pela poesia concreta, capítulo que remete ao seu livro anterior:

Metáfora
Metádentro
Metáfora
Metádentro
Metáfora
Metádentro
-Ahhh...

Claro, não podemos esquecer da fase romântica, em que nota-se a presença do bucolismo, resultado dos tempos em que o autor passava afastado da cidade, uma vez por ano.

Em meus domínios

Quem dera eu ser pastor de ovelhas
Deitar no pasto mordendo capim
Com o dedo coçando as orelhas
E uma pastora gostosa
[pagando um bola pra mim

À minha frente a vastidão do pasto
Estou acostado em um pé de peroba
Vestindo meu chinelo gasto
E ao meu lado um cachorro lambendo o toba

Em meu domínio tenho até o mangue
Mais à frente, exuberante verde encosta
Mosquitos sugando litros de sangue

E no ar paira o cheiro de bosta
A única coisa que me causa desgosto
É que galinha é um bicho muito escroto.


Em uma das fases favoritas do autor, por volta da década de 80 víamos que a poesia ultrapassava até mesmo os limites do modernismo e criava movimentos independentes e vanguardistas. O autor compôs poesias dadaístas, sua fase mais punk:

Eu gosto
De Dead Kennedys
E de refrigerante
Vão cagar.

Enfim, é uma antologia de um poeta que sabia expressar em versos o que a maioria das pessoas considera obceno e ultrajante. Gressana convida o leitor a sentir um prazer às vezes até mesmo constrangedor através dessa obra.
Aproveite e faça seu pedido agora mesmo pela Editora CH3, pelo preço de R$59,90. Aceitamos cheque.

domingo, 20 de janeiro de 2008

Noticias bizarras da semana


**O chileno Felisberto Carrasco de 81 anos se mostrou um fantástico ator à nível de pegadinha do Mallandro. Na pacata cidade de Angol no Chile ele acordou durante o próprio velório, assustando seus familiares. A família encontrou Felisberto de olhos fechados e com o corpo gelado. Carrasco foi levado para a funerária e colocado dentro do caixão, sem acordar em nenhum momento. Quando o caixão já estava fechado, ele acordou. E então, pediu um copo d’água.

**O lendário membro do CH3, Gressana, foi visto em um Shopping Center, passando batata em seu corpo nu. Testemunhas afirmam que Vinícius estava acompanhado por um cão sem braços.

**No dia em que completa 25 anos de morte, Garrincha foi ressuscitado. Assim ele irá jogar no Flamengo.

**Na volta às aulas de uma famosa Universidade Brasileira, uma aula de Engenharia Elétrica terminou em bacanal.

**Na cidade de Campinas acontecerá o primeiro casamento de um homem com um pônei no Brasil. No entanto, a Igreja pretende queimar na fogueira o homem e o pônei. O pônei poderá virar churrasco, e o homem, é só por sacanagem mesmo.

**Virou moda no Piauí se pendurar testículos no retrovisor do carro. Assim como acontece em algumas cidades americanas. Só que ao contrário do que os estadounidenses fazem, os piauienses não penduram testículos de borracha, e sim, testículos humanos, arrancados à força.

**Luciana Gimenez deu banho em seu cachorro na quarta feira.

**Um pescador carioca afirmou que sua mulher estava traindo-o com um urubu. O pescador reagiu pacificamente, matando a mulher a golpes de urubu e o urubu a golpes de mulher.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Mais grandes momentos da televisão brasileira

O CH3 continua com a série dos grandes momentos da TV brasileira.
Mais uma vez relembrando que certa vez os domingos valiam a pena. Não apenas pelas Olimpíadas do Faustão, mas até o Gugu a gente podia assistir numa boa. No início dos anos 90 estreava o quadro da Banheira do Gugu. Rapaz, era uma maravilha. Quem não ficava de cara pra tv pra ver Nana Gouveia, Simone Castro, Marina Lima e outras de biquini e molhadinhas. E a gente sempre torcendo pra parte de cima sair, o que volta e meia acontecia. Era a alegria dos espectadores. Merece ser lembrado sempre que possível.

É por isso que o CH3 reapresenta a todos nossos visitantes onanistas alguns minutos dessa brincadeira cujo único propósito era mostrar a mulherada se esfregando num monte de caras.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Volta às Aulas

Pensando no fim das férias escolares dos inúmeros filhos (assumidos ou não) de nossos CHnautas, resolvemos redigir esse post. Nesse período de janeiro é sempre a mesma coisa, os telejornais Brasil a fora fazendo matérias em papelarias, só para cumprir tabela na redação, sempre com aquelas velhas dicas: “pesquise bem antes de comprar”; “cuidado com a listas de materiais abusivas”, “não precisa comprar papel higiênico”, etc. CH3 desenvolveu, com muito espírito subversivo e a ajuda do renomado psicólogo infantil Buddy Revell, a verdadeira lista de materiais escolares, mais do que isso, um verdadeiro kit de sobrevivência para seu filho(a). Perto dessa lista, o cinto do Batman não é nada, McGyver daria tudo por ter esses itens que seus rebentos terão nas mochilas.

1 – Dinheiro: fundamental nas transações comerciais que ocorrem nas escolas, tanto públicas como particulares. O Bully no Brasil não é tão comum quanto nos EUA, mas se seu filho for pequeno, pode salvá-lo de uma boa surra. Alguns pais gostam de “ensinar a pescar” ao invés de dar o peixe, então há o item 2.

2 – Bebidas, cigarros e entorpecentes: é a melhor forma de ensinar seu filho a ganhar dinheiro de forma pacífica. Um pacote de cigarro em uma escola, só perde em preço final para o mesmo pacote na cadeia, a rentabilidade e o giro do produto é impressionante. No caso dos entorpecentes, a maconha está em alta nessa onda ambientalista. Incentive seu rebento a plantar um pé. Para comercialização aconselhamos que só se carregue 200g. Para agregar valor ao produto, já pode ser vendida pronta para consumo, ou seja, “bolada”. Para pode-se usar o item 3, papel higiênico, não é legal pegar o material da escola, um bom profissional deve carregar seu material de trabalho desde cedo.

3 – Papel Higiênico: É recomendável ter o seu na mochila. Nunca se sabe quando vai pintar aquela caganeira! Se todos os banheiros estiverem ocupados, use um canto qualquer, para a limpeza, o papel higiênico adere muito melhor que folhas de caderno.

4 – Câmera Digital: Para fins de extorsão a câmera precisa ter grande resolução, gravar vídeos (inclusive com visão noturna) e se possível ter uma tele-objetiva. Esse investimento facilitará a negociação do seu filho(a) com os fiscais e professores do colégio, qualquer podre deles deve ser registrado e arquivado em local seguro. Se seu garoto estiver no ramo da agiotagem, a câmera digital é mais necessária ainda, mas precisa estar combinada com os itens 1, 5 e/ou 6.

5 – Faca, soco-inglês: ou outras armas brancas, o taco de baseball é desaconselhado pela dificuldade em esconder. Soco-inglês só tem o efeito suficiente se o portador for grande e forte. Se seu moleque é pequeno, deve usar o item 1 para contratar bons capangas, dois serão o bastante, ou carregar consigo sempre o item 6.

6 – Revólver, pistola: Básico na mochila de quem não tem porte físico, não quer investir em capangas nem se submeter a chantagens. No caso de escolas publicas, podem ser substituídas por armas de maior calibre, como a espingarda calibre 12 de cano curto, ou uma sub-metralhadora. Também se aconselha uso do item 7.

7 – Colete à prova de balas: Usado como agasalho. Só para escolas públicas.

8 – Camisinhas: Quanto mais melhor, seu filho de 7 anos ainda não está preparado para ser pai.

9 – Garrafas pet: Importantes no armazenamento e transporte das bebidas alcoólicas.

10 – Baralhos, fichas e dados: Os jogos de baralho são muito indicados no estímulo da sociabilidade da criança, mas tem que ser valendo dinheiro para estimular também a sociabilidade. A amarelinha está sendo substituída pelo seven-eleven, e o jogo da verdade pela roleta. Tudo valendo dinheiro, sempre!

11 – Corda: As crianças modernas não pulam corda, jamais! Mas esse utensílio é de suma importância para quem quer pular muros altos.

12 – Boa Noite Cinderela: Alguns comprimidos podem vir a calhar, nunca se sabe quando as garotas vão se fazer de difíceis.

13 – Saco plástico: Muito utilizado pelo BOPE no Rio de Janeiro, é um forte instrumento de persuasão, diga pro seu filho usar naquele X-9 veadinho que vive lembrando a professora de cobrar a tarefa, ou mesmo em professores que estiverem dificultando o processo de aprendizagem.

14 – Alicate: Pode haver ocasiões em que os itens 1, 4, 5, 6 e 13 não resolverão os problemas da sua prole, o que fazer então? Nada que um acidente não resolva, a professora pode cair da escada e quebrar o pescoço, ou quem sabe uma falha no freio deixe o carro dela desgovernado. Com um alicate tudo é possível.

15 – Filmes pornôs: Alguém tem que dar uma contribuição nas aulas de educação sexual, porque não seu filho? Diga a ele que abuse da criatividade, talvez até uma demonstração prática, mas nada de zoofilia!

16 – Mordaça: É a chance do seu filho(a) ajudar aquele(a) colega que vive comendo cola, borracha, giz e lápis. Também é muito útil se não tiver um item 12 por perto.

Esqueça os livros, com esse kit seu filho estará preparado para enfrentar o ano letivo que vem por aí, até a próxima.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Grandes momentos da televisão brasileira

Com orgulho que CH3 apresenta esta nova série, com os grandes momentos da televisão brasileira.

Existiu um tempo em que todos tinham dois motivos para assistir o Domingão do Faustão. Um deles eram as vídeo-cassetadas (hoje em dia não é mais um motivo) e o maior, eram as históricas Olimpíadas do Faustão. Com provas surreais, em que pessoas vestidas de bola subiam uma rampa enquanto outras pessoas jogavam bolas nessas pessoas, ou então ficar pulando em discos girando, ou atravessar uma ponte enquanto um velha bizarro atirava bolas de basquete em você. Além é claro da Porta da Sacanagem.

Nesta prova as pessoas gritavam alguma coisa como “Pablo Nerudaaaaaaaaaa¹” e depois tinham que ir atravessando portas, lidando com obstáculos como lama, pessoas vestidas de monstros (igual aos monstros dos power rangers) e um anão que ficava encoxando as pessoas. E é essa prova que vocês assistirão no vídeo abaixo colocado.

Hoje em dia as Olimpíadas do Faustão não existem mais. Foram substituídas por coisas como Dança dos Famosos, Pizza dos Famosos e Se Vira nos 30. Eu tenho pena é das crianças.




¹ Da cena máxima do filme O ponto de mutação.

sábado, 12 de janeiro de 2008

Como constranger as pessoas.

Aqui no CH3 você já viu dicas para passar uma semana interessante no Big Brother. O problema é que se você não for bombado, ou gostosona, ou parente de alguém da Globo, ou seja, se você for uma pessoa comum, você nunca será chamado para participar do Big Brother. Encare os fatos. A não ser que os produtores achem extremamente interessante colocar alguém diferente ali, como daquela vez que teve o Sammy, mas é melhor não contar com isso. Enfim, essa é pra quem nunca vai participar do Big Brother mas sempre teve vontade de deixar as pessoas ao seu redor constrangidas. Acredite, nós membros do CH3 somos muito bons nisso. Aqui vão algumas sugestões de como ser incoveniente sem ser preso por atentado ao pudor. Portanto, andar nu pela rua pode não funcionar. Mas claro, você pode tentar se quiser.

Essa é clássica. Você está conversando com uma garota, pode ser uma colega de trabalho ou de faculdade, vocês não têm muita intimidade. Não importa o assunto, deixe que ela fale e apenas concorde com o que ela disser. Quando houver uma brecha, diga:
-Sabe, eu imagino as pessoas nuas.
Ela vai responder algo como:
-Ah... é mesmo?
Continue:
-Sim. Sempre costumo imaginar as pessoas nuas.
-Ahhn...
-Inclusive estou te imaginando nua agora mesmo.
-Aaahhnnn... éééé... Aaaaaahhhhhhhhh!!!

No ônibus, sempre tem alguém que puxa conversa com você. Provavelmente vão falar sobre o dia, se está quente, ou alguma coisa que está acontecendo no mundo. Quando isso acontecer, diga:
-Me desculpe, mas eu não posso falar agora.
-Ah... porque?
-Porque estou extremamente excitado.
-Ahn...
-Sim. Preciso fazer sexo imediatamente.
A pessoa provavelmente vai puxar a corda, descer no próximo ponto e pegar outro ônibus.

No telefone, seja breve. Não diga mais do que duas palavras na mesma frase. Veja o exemplo:
-E aí, cara, beleza?
-Sim.
-Então, tá combinado o churrasco aí na sua casa?
-Está.
-Ahm... Que horas era mesmo?
-Onze.
-Ah... É amanhã né?
-Sim.
-Então, era só isso mesmo.
-Certo.
-Bem... eu vou desligar agora.
-Desligue.
-Ahhm... Até mais.
-Até.
Depois que a pessoa desligar, ela vai estar em prantos.

Essa é simples e se assemelha à primeira. Uma garota, colega sua com quem você não tenha muita intimidade. Vocês estão no mesmo ambiente. Fique encarando ela por vários minutos. Não desvie os olhos de forma alguma, nem se ela olhar pra você. Essa é a intenção. Se isso não for o bastante para deixá-la constrangida, ela vai vir falar com você:
-E aí... Que cê tava me olhando antes?
-Ontem me masturbei pensando em você.
-Ugh...
-Imaginei você com outra garota.
-Aaaahhhhh!!! Sai daqui!!!!

Esses são apenas alguns exemplos, CH-nauta. Existem muitas outras formas de constranger as pessoas. E funcionam mesmo, pode acreditar.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Coisas legais para se fazer no Big Brother

Começou o Big Brother Brasil edição 8. Se você está lendo isso, significa que você não está participando do programa. Digo participar no sentido de estar lá dentro da casa. Se você estiver votando, comprando produtos, se masturbando com os vídeos das mulheres na beira da piscina, isso em pouco nos importa. A seguir apontaremos algumas coisas legais para você fazer quando você estiver dentro da casa. No BBB 9, ou 10, não sei. Ainda teremos muitos verões pela frente.

Bem, vamos lá. Você está dentro da casa. No primeiro dia seja simpático com as pessoas. Converse com o Pedro Bial normalmente, ria das piadas sem graça. Faça piadas sem graça também. Diga que ali dentro ninguém vai pedir pra sair, parafraseando o Capitão Nascimento. Espere o segundo dia, seja paciente. Acorde mais cedo que seus colegas e na hora em que as outras pessoas estiverem acordando, se pendure de cabeça pra baixo em algum lugar e finja que passou a noite toda dormindo ali.

Quando as pessoas forem tomar banho, todas juntas, não hesite: Comece a encoxar todas as mulheres lá dentro. Também no banheiro, não tenha duvidas: Mije na pia. Aliás, se quiser, defeque na pia.

Na hora do almoço quando todos estiverem sentados para comer, comece a comer utilizando as mãos e explique que é a sua religião. Fale então que você é xintoísta, e que os xintoístas comem com a mão porque eles acreditam que “a mão é a extensão do que vocês católicos chamam de Deus, mas que nós, xintoístas chamamos de Huka”. Depois vá direto até a panela do feijão e comece a derramar o feijão pelo seu corpo. Certifique-se de que não está muito quente, e não se esqueça de fazer gemidos de prazer durante o ato.

Depois, ainda lambuzado com o feijão se deite no sofá da sala. Se deite no maior número possível de camas. Deixe-as impregnadas de feijão.

A noite quando o Pedro Bial for conversar com vocês, repita tudo o que o Pedro Bial falar. Quando ele te perguntar “Que história é essa de passar feijão pelo corpo?” responda “corpo”. Na primeira festa que for feita, fique parado no meio das pessoas que dançam em sua volta. Quando tiver uma oportunidade, faça a dança do robô, mesmo que esteja tocando axé.

Logo será feita a prova da comida. Será alguma coisa ridícula como “ter que segurar uma banana por 24 horas e cada pessoa que não conseguir segurar a banana é menos comida”. Então logo que receber sua banana, jogue-a no chão. Depois comece a correr atrás das pessoas, pegue todas as bananas possíveis e derrube. Quando concretizar o ato diga “Pegadinha do Malandro”. Ou então, faça a dança do robô.

No fim de semana você será indicado para o paredão, é lógico. O líder irá te indicar. Quando todos estiverem na sala e seu nome for falado, coloque uma almofada no colo e simule masturbação. Ou se quiser, se masturbe mesmo.

No dia seguinte você será levado até o confessionário para dar o seu voto, escolhendo seu adversário no paredão. Entre no confessionário e fique em silêncio. Quando pedirem para dar seu voto diga “Pedro Bial” e saia da sala. Provavelmente vão te mandar voltar e votar de novo. Fale uma série de nomes sem sentido. “Palhaço Bozo, Gonzaguinha, João Paulo II, Silvio Santos”. Após uns 40 minutos, fique nu e diga o nome de quem você escolhe.

Na hora em que for anunciado o nome, durante um domingo, pergunte ao Bial o que aconteceu durante o Pânico de hoje. Na hora de dormir, vá até o quarto das mulheres e deite-se com elas, sem o consentimento delas.

Passe a segunda-feira simulando sexo com todos os objetos da casa. Quinas de parede, cadeiras e até a escada da piscina.

Chega então à terça feira, dia em que você será eliminado da casa com a esmagadora maioria dos votos de nossa sociedade mesquinha. Na hora em que filmarem sua família e seus amigos diga “Ave! Não conheço ninguém ai não!”. Faça comentários libidinosos sobre a mãe de seu concorrente. Quando o Bial lhe perguntar o que você pretende fazer na hora em que sair da casa diga que é “passar a mão na sua bunda”.

Na hora em que o Pedro Bial estiver fazendo suspense, se deite no chão e comece a rolar fazendo barulhos engraçados. Depois interrompa-o sempre que ele estiver para falar seu nome. Quando te anunciarem, grite de felicidade. Depois, abrace todas as pessoas da casa e diga para cada uma “Desculpa qualquer coisa, mas a globo me contratou para atormentar um pouco vocês, eu não sou assim”.

Hora de sair da casa então? Nada. Sai correndo e se jogue na piscina. Agarre-se na escada e grite “só saio daqui morto”. Provavelmente médicos aparecerão com sedativos. Antes disso, saia correndo nu para fora da casa e abrace o Bial. Depois se jogue no meio da platéia. Provavelmente você será linchado, mas terá vivido uma semana interessante.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

A vida no campo.

Apesar do título, essa não é uma reportagem sobre futebol. Então se você é daqueles que lêem um texto pelo julgamento que faz do título, considerem-se avisados e já parem por aqui. Se você gosta de ler as bobagens que a gente publica aqui, continue. Se você não sabe ler, plante bananeira nu e cante "atirei o pau no gato".

Pois bem, esse texto é sobre a vida no meio rural. Resolvi discorrer sobre o tema porque me deu vontade, oras. Além disso, não tem muito tempo que voltei de lá. Viagem de fim de ano, sabem como é. Contarei um pouco sobre como é viver no meio rural de acordo com anos de observações. Tenho feito essa viagem praticamente todas as férias.

-Em primeiro lugar, esqueça shoppings, cinemas, hiper-mercados, livrarias, bancas, barzinhos, restaurantes, pizzarias, bancas de jornais, teatros e papibaquigraferias. Lá no mato não tem nada disso. Então se você não tiver um grande desapego a qualquer uma dessas coisas, fique longe. Cerca de uma semana é a média do limite até onde uma pessoa normal agüenta sem. Depois disso, ela começa a salivar, ter ataques epilépticos e apopléticos, começa a ficar azul e surgem manchas amarelas pelo corpo. Também é importante ser desapegado ao computador e à internet, pois na maioria dos casos não terão essas coisas pra onde você vai. No meu caso, por exemplo. Quisera eu ter levado pelo menos uma calculadora.
-Acostume-se a respirar ar puro. Com poucos carros, o meio rural tem uma atmosfera impregnada de oxigênio. Tanto que chega asfixiar.
-Como eu havia falado, no campo não tem barzinho. Se você é uma dessas pessoas que curte altos agitos e muita azaração na cidade, você agora tem a opção de ir a alguma quermesse. Prepare sua roupa de domingo e sua melhor botina. Você verá o charme rústico das garotas rurais, fazendo performances de danças tradicionalmente iterioranas. Um espetáculo ímpar.
-Mosquitos. Você vai estar cercado deles. Eles nunca o deixarão em paz. Seja dia ou noite, você terá pelo menos uma comunidade deles ao seu redor. É aconselhável que você se alimente bem para estimular seu organismo a produzir células sangüíneas, pois em até 10 dias os mosquitos terão devorado quase metade do seu sangue todo.
-Você gosta de animais? Não digo simpáticos cães e gatos, mas bois, ovelhas, porcos, cavalos, sapos, lagartos e até galinhas. É bom que goste. Eles serão uma parte considerável do seu dia-a-dia. É possível que você comece a conversar com eles e até dar-lhes nome. Procure não se envolver sexualmente com nenhum animal (e nenhum tipo de hortifrutigranjeiro). E fique longe das galinhas. Galinha é um dos bichos mais bizarros que existem, caramba. Você está passando com o carro pela estrada, ela pula da calçada pra frente do carro pra fugir dele. Galinha come qualquer coisa que for jogada pra ela. Até mesmo aqueles restos de carne de galinha que ficam presos nos ossinhos. Galinhas são canibais, por Deus!


Enfim, se isso não convenceu, faça a experiência. Vai lá pra você ver, vai. Eu pelo menos, toda vez que me perguntam se eu prefiro praia ou campo, respondo sempre praia.

domingo, 6 de janeiro de 2008

Jordy vai ser pai

Quem diria, Jordy não é mais um jovem virgem. Certo, faz tempo que ele deixou de ser um bebê. Aliás, ele já tinha virado ator pornô antes, então, não é bem novidade. Mas o fato é que ele engravidou uma das atrizes com as quais ele contracenava. Sabe como é essa história de filmar sem camisinha tem os seus riscos.

Mas, Jordy se diz feliz com sua paternidade e espera que agora ele possa criar seus filhos sem os traumas que lhe foram feitos quando ele era criança. Jordy constantemente via seus pais usando apenas as roupas de baixo e em cenas sensuais. Desde cedo foi estimulado a se envolver sexualmente. E seus pais não deixavam que o jovem Jordy defecasse em paz. Além de lhe obrigarem a cantar, o que ele não gostava muito.

Ele disse que manterá seu filho longe do show business e fará isso através de uma música que o infante vai cantar. Perguntado o que faria caso seu filho se recusasse a cantar, Jordy não pestanejou e disse que encheria o mesmo de porrada.

O ex-astro infantil encerrou a entrevista coletiva na qual anunciou que será pai, dizendo que estava com vontade de tomar guaraná. Então foi lhe feita uma última pergunta, de como ele tinha vontade de tomar guaraná, se essa era uma bebida que não era vendida na França. Jordy então disse que pouco se importava com essas questões, mandou todo mundo a merda e foi embora.

O CH3 está mandando correspondentes à França para avaliar melhor essa história. Não perca em breve, a saga de Jordy, o mito.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Novos impostos

Com o fim da CPMF o governo está preparando uma série de impostos, para recuperar o dinheiro perdido. CH3, que tem fontes confiáveis dentro do palácio do planalto, revela agora, em primeira mão, cinco desses impostos que deverão estar chegando a sua casa em breve.

Imposto sobre os dedos da mão: É simples. Todo o ano você terá que se dirigir até uma lotérica para declarar a quantidade de dedos que você tem na mão. Você pagará uma quantia ainda não determinada por cada dedo. Pessoas com nove dedos estão isentas. Só elas.

Contribuição fixa sobre próteses móveis: Está na hora dos aleijados pagarem um pouco de imposto, nos disse a fonte.

Contribuição Aleatória Rapidamente Associada Logisticamente Hominideamente Oral: Ainda não se sabe como é que esse imposto será cobrado, mas os técnicos do ministério acharam engraçado que suas iniciais formam a palavra CARALHO.

Imposto sobre a masturbação: Todos terão que ao fim do ano fazer uma declaração masturbatória contando quantas vezes se masturbou ao longo do ano e irá pagar R$ 2,38 por cada vez. Essa proposta fez com que muitos estudantes seminaristas caíssem da cama e começassem a juntar dinheiro.

Imposto sobre o toba: Imposto cobrado sempre que uma pessoa usar o toba, seja para que fins forem. Será paga também uma mensalidade por todas as pessoas que possuírem (possuir no sentido de portar, não no sentido de dominar) um toba e quem possuir (possuir no sentido de dominar libidinosamente, e não de portar) um toba alheio também irá contribuir. Travestis prometem protestar.

Então abram o olho. Sem maldade.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Previsões para 2008

Passado o reveillon, comecei a pensar no que eu podia postar aqui, nesse estimado blog. Eis então que pensei “claro, tem esse negócio de fazer previsões para o ano”. E não precisaria entrevistar charlatões como Mãe Dinah e Walter Mercado, que cobram por entrevista dada. Tinha aqui perto, o próprio Jorginho de Ogum, que também é charlatão, mas pelo menos não cobra por entrevista. Certo, ele cobra pelas previsões, mas nada que Cinco reais e duas jujubas não resolvessem.

Liguei então para Jorginho e sua mulher me disse que ele tinha ido levar uma prima de fora para tomar banho no rio Cuiabá. Entendi o recado e fui então para o Motel sem nome, que funciona como anexo à casa noturna Carnicentas, a qual já deve ser de conhecimento de todos, Jorginho administra.

Estranhei o fato de que ele tivesse omitido de sua mulher de que ele estaria no Carnicentas, visto que os dois têm um relacionamento aberto. Eis então que quando eu cheguei ao local me surpreendi. Jorginho estava pintando as carcomidas paredes do, digamos, prostíbulo. Achei estranho, pelo fato de que as paredes manchadas e descascadas eram o charme do local. Sim, porque as garotas de lá não são nada charmosas.

Disse-me então que essa era uma de suas resoluções de ano novo. Uma das outras era comprar um novo chapeuzinho. Assustei-me novamente. Onde é que se arranjaria outro chapéu de viado velho igual ao que ele usava. Desconfiado, lhe fiz algumas perguntas e percebi que ele estava incorporando algum espírito. Pensei então como faria para lhe tirar desse estado de possessão. Fui então falar com sua filha, a qual é muito feia, para saber como é que se tira Jorginho dessas situações. Sai também, porque o baba orixá estava tentando me fazer pintar a parede junto com ele. (em tempo, Jorginho não é como o pintor do post abaixo).

Sua filha então me contou uma longa história que envolvia dentes de dragão e outras coisas. Mandei-a merda. Voltei ao Carnicentas e fiz o mesmo com pai Jorginho. E então ele despertou do seu estado de transe. Achei interessante, mas não tinha tempo a perder. Já eram cinco horas da tarde. E eu devia sair de lá até as seis para conseguir escrever esse post. Não que eu não pudesse escrever depois, mas, sair do nobre bairro onde Jorginho mora e mantém seus comércios, depois das seis, é impossível.

Ele me disse que estava possuído pelo espírito de seu pai, o qual, ele mesmo matou quando era novo. Disse que isso em nada me interessava. E falei para ele que queria as previsões para esse ano, que está começando. Ele me disse que precisava voltar para a sua cabana de previsões (e casa também) a duas quadras dali.

Jorginho então começou a fazer suas bombásticas previsões, que se seguem a seguir.

Corinthians será campeão: Do campeonato paulista de bocha sub-50.
Ronaldo irá jogar no Flamengo: de Guarulhos. Após um péssimo campeonato pelo Milan, e tendo engordado ao ponto de pesar 150 kg.
Um time brasileiro será campeão: da copa do Brasil.
Britney Spears irá ser premiada: Como interna do ano, numa casa de drogados.
Cão Leproso vai sair na playboy: Na página de entrevistas, acalmem-se.
Lula irá perder um segundo dedo: Jogando golfe.
Carnicentas ser transformará no maior casa de diversão noturna de Cuiabá: Pelo menos para quem gosta de matar baratas.
Fidel Castro irá morrer: Ou pelo menos vão desligar as máquinas.
Zagallo não vai morrer: Inclusive a globo já tem preparado o seu especial.
O ano terá 366 dias.

Jorginho fechou suas previsões dizendo que “2008 é um bom ano para que as expectativas sejam plantadas de maneira a canalizar os pensamentos em um direção congruente, para que assim então os anos futuros sejam bons de um ponto de vista emocional. Isso claro, se nós analisarmos a situação pelo prisma refrator do ocidente”. Que significa algo como “Ano bom pra sonhar e não conseguir nada”.

Agradeci Jorginho, lhe dei uma sete belo e 4 reais. Ele me ofereceu sua filha, que como já disse, é muito feia, como troco. Disse então que não precisava e me apressei para sair de seu bairro, visto que faltavam cinco minutos paras as seis.

Eis então, que ao chegar em casa me deparei com notícias enviadas por Gressana, nosso correspondente rural. Mas isso é para outro post.