quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Guia CH3: Como Enxugar Gelo

O silencio da chuvosa madrugada cuiabana foi rompido por um carro prateado que passava em alta velocidade pelas apertadas ruas do centro da cidade. Mas bem, o que isso importa? O nosso assunto aqui é gelo. Sim, gelo. Aquele gelado e de preferência que não seja o de padaria. Este, nós aqui já afirmamos, e voltamos a reiterar que somos absolutamente contra.

Mas ali está a pedra de gelo. Imaginem-na, com toda a imaginação que foi colocada dentro de sua cabeça. Pois bem, nas CNTP ela derrete. Sim, derrete, não adianta nem dizer que você está no Pólo Norte, Urso Polar, que hoje em dia o gelo derrete ai também que eu to sabendo.

Aliás, nada contra que o gelo derreta, porque isso é normal. Se a H²O quer ser liquida, sólida, gasosa, ela que se decida. Quem somos nós para repreender suas preferências sexuais? Mas o chato (não, não é aquele) é que enquanto o gelo derrete, ele fica molhado.

Certo, isso pode ser interessante caso você esteja querendo seduzir uma pessoa, mas é deveras irritante quando você acorda em uma banheira cheia de gelo. Tudo bem perder os rins, mas perder os rins molhado é que não é legal.

Então, o gelo está ali derretendo, e ai? Bem, tome nota ma frendas¹.

Primeiro vá para seu quarto sozinho. Não, não. Não se anime pensando que você ira sodomizar as pedras de gelo. Mas, claro, leve o gelo para o seu quarto. Se ele não quiser ir, pague uma Ice antes. Dependendo da sua situação financeira você pode tentar o vinho Dom Bosco, mas, os teóricos não observaram resultados eficazes. Enfim, certifique-se que no seu quarto será possível encontrar toalhas. Boas toalhas, nada de panos de prato ou perfex. Ai então, finalmente leve o gelo para o seu quarto. Correndo para que o gelo não derreta. Por mais que correndo a temperatura corporal aumente e isso facilite o derretimento do gelo. Questão difícil. Mas, observando o vetor v1, creio que seja melhor fazer isso correndo. Caso as dúvidas persistam, consulte seus livros de física primeiro. E ah sim, ligue o ar condicionado do seu quarto. Se seu quarto não tiver ar condicionado, a experiência poderá fracassar miseravelmente.

Agora vem enfim o processo. Ao chegar ao seu quarto o gelo já estará molhado. Não se anime com isso, não vá tirando a roupa, e preparando a câmera digital. Você está ali para secar a pedra rapaz. Então, envolva o gelo na toalha e aperte bem. Movimente as mãos em sentidos contrários. Mantenha a concentração, e evite ereções. Em cerca de 14 minutos o gelo estará completamente seco e a toalha molhada. Suas mãos... Frias.

Outra maneira é a tentativa de fritar gelo. Não, isso não significa que você vai levar o gelo pra rave. É o tradicional gelo frito. Pegue uma frigideira e leve ao fogo por cerca de 3 minutos e 28 segundos. Nem um segundo a mais, nem um segundo a menos. Nada de passar manteiga ou gordura na frigideira. Evite pensamentos pecaminosos nessa hora. Jogue o gelo na frigideira e em poucos segundos ele estará seco². Ou então, jogue logo o maldito gelo na maldita fogueira. Porra.

Ainda assim restará a incrível dúvida, aliás, a certeza de que o gelo não molhado, não existe. O que antes era o gelo virou apenas o ar que respiramos asperamente. Então, logo chegamos à conclusão de que passamos o dia inteiro envolvidos e respirando gelo não molhado. Portanto esse manual é mais do que uma tarefa prazerosa, é uma tática de sobrevivência. Aliás, sobrevivência muito mais difícil caso você tenha acordado sem os rins.

¹CANTONA, Eric em “You only play beautiful music if you know how to play in an orchestra! (ou “Iu onpay bitifiu miusic if you nótchopay ina orchestah!”)”
²Não confundir com gelo seco. Uma vez que gelo seco é gelo seco enquanto gelo seco é gelo seco. Um deles é de CO². Enfim, gelo no seco arde.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Looner Tunes

Eu sabia. Eu sempre soube. O Gaguinho, aquele simpático suíno dos desenhos, tem fetiche por balões. Sim, ele é um looner. Como já foi comentado pouco tempo atrás, no post sobre o fetiche por balões. Agora aqui está a prova cabal do fetiche de Gaguinho:Gaguinho recentemente foi flagrado em seu quarto molestando um balão. Impressionante, amigos, impressionante.
Por hoje é só, pessoal.

sábado, 24 de novembro de 2007

As grandes conquistas do Flamengo

Nunca na história de CH3 escrevemos sobre um tema tão delicado quanto às conquistas do Flamengo. A pressão que este blog de cunho jornalísitico/publicitário sofre neste momento é muito grande, qualquer passo em falso que dermos pode causar uma reação em cadeia no Brasil. E quando digo reação em cadeia digo literalmente, porque podemos causar rebeliões em todas as cadeias do Brasil. Não que nossa tão querida população carcerária tenha acesso fácil à internet, mas a tecnologia wap está aí, e CH3 tem visitas até da Guatemala, portanto mais do que nunca, lançaremos mão de nossa imparcialidade e seriedade para escrever este artigo.

Fundado no dia 17 de novembro de 1895 como clube de remo, o Flamengo sagra-se atualmente como o único Campeão de Isopor do Brasil, fruto da memorável derrota por W.O. para o Sport, na Copa União de 1987.

A Era Zico, vulgo década de 80 foi a maior época de conquistas para o Flamengo, mas se engana quem pensa que todas essas conquistas vieram do futebol. Enquanto Zico e Cia ganhavam alguns amistosos nos gramados, Marcão, nosso velho colaborador e personagem menos ilustre da história rubro-negra colecionava títulos em modalidades alternativas de esportes. Nessas modalidades Marcão se tornou o maior esportista da história do Flamengo, e também o mais injustiçado. Relatamos agora ao grande público as até então desconhecidas grandes conquistas do Flamengo, nas quais Marcão estava sempre presente:

3 vezes Campeão Mundial de Pólo com Elefantes (81,83 e 89) Esporte como o Pólo com cavalos, porém o elefante é montado por um condutor e um homem do taco. Ambos nús.

4 vezes Campeão Mundial de Sopro de Toletes (83,84,85 e 87) Consiste em soprar toletes com canos de PVC, ganha quem soprá-los mais longe.

4 vezes Campeão Brasileiro de Boxadrez (80,81,84 e 86) É um revezamento de turnos de xadrez com rounds de boxe. Ganha quem nocautear o adversário ou fizer um xeque-mate.

Campeão Mundial de Hóquei no Monociclo (89).
10 vezes Campeão Mundial de Tiro ao Alvo para Cegos (80,81,82,83,84,85,86,87,88 e 89) Marcão foi investigado pela BSIF (Federação Internacional de Esportes para Cegos) mas nunca conseguiram ver que ele não era cego.

Campeão Panamericano de Aremesso de Atum (88).

2 vezes Campeão Brasileiro de Papel Pedra e tesoura (83 e 85).

5 vezes Campeão Mundial de Perseguição ao Queijo (82,85,86,87 e 89).

3 vezes Campeão Carioca de Truco Valendo o Toba (87,88,89) Marcão foi vice-campeão 4 vezes. Nesse torneio o vice-campeão tem que dar o "troféu".

Campeão Mundial de Pôquer Subaquático (82) Nesse esporte o competidor joga pôquer no fundo do mar, usando escafândro.

7 vezes Campeão da Copa de Polo com Cabras (82,83,84,85,86,88 e 89) Torneio realizado no Aafeganistão. Os competidores montam cabras, que terão as cabeças arrancadas após a prova.

A saída de Marcão foi um marco para o Flamengo, a era que se iniciou foi de derrotas e desespero. Vieram Romário, Edmundo, Petkovic, Sávio, Athirson, e muitos outros. Nada adiantou, nenhum deles conseguiu salvar o Flamengo, que se tornou uma instituição medíocre. Hoja, nem mesmo os personagens de isopor como Guilerme torcem pra o Flamengo. Muitas são as respostas para essa Era de Trevas. Botam culpa na globalização, na extinção dos mico-leão-dourados, no aquecimento global, no Bin Laden, no leite da Parmalat e até no Eurico Miranda, um dos maiores flamenguistas de todos os tempos. Hoje só resta ao Flamengo ganhar do Vasco, e torcer pela volta de Marcão.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Horóscopo Sertanejo

Apresentamos esse revolucionário horóscopo em forma de música sertaneja.

Áries:
“Alfa Beta brilha em Áries
Fiquei com muitas cáries
E então você me deixooooooou”

Touro:
“Com uma caneta de ouro
Você disse
Não posso amar alguém de Touro
E então você me deixoooooou”

Gêmeos:
“Faz tempo que não nos vemos
Não tivemos influência do signo de Gêmeos
E então você me deixooooooooooooou, che che che”

Câncer:
“Só sei que eu sou de Câncer
A lua é quem me tange
Por isso você me deixooooooooooou uhhhh”

Leão:
“Mercúrio está retrógrado em leão
Conquistou meu coração
E depois me deixooooooooooooooooooouuuuuuu”

Virgem:
“Li o horóscopo de virgem
Dizia que o futuro era selvagem
Antes do dia em que você me deixoooooooou”

Libra:
“Nosso amor tem muita fibra
A sorte vai aparecer para quem é de Libra
Mesmo assim você me deiiiiixoooooooouuuuuu ooooo”

Escorpião:
“Não restará um pedaço de pão
Para quem é de Escorpião
Porque você me deeeeeeeeeeeeixou”

Sagitário:
“Mexeu com o meu imaginário
Plutão influenciou sagitário
E depois você me deixoooouuuuuuuu”

Capricórnio:
“Marte está postulado em Capricórnio
Isso enche os meus olhos
Porque sei que você me deiiiixou iiiiihi”

Aquário:
“Vênus está às portas de Aquário
Olho sua foto no meu armário
E lembro que você me deixou”

Peixes:
“Os raios brilham como feixes
Para quem é influenciado por peixes
Mas mesmo assim no fim você me deixooooooou”

terça-feira, 20 de novembro de 2007

A volta dos Benga Boys

Aqui no CH3 vocês acompanharam a saga dos Benga Boys, a banda de hardcore cuiabano e o que ela se tornou. Confira o arquivo do CH3 caso você tenha perdido ou queira reler.

Quando os Benga Boys anunciaram que retornariam com um show, todos pensaram ou que seria um show da segunda formação, que substituiu a original por completo em 1999, na onda das boys-band, ou pensaram que seria a formação original tentando ainda ganhar dinheiro lançando um acústico cheio de covers, versões em português e participações especiais vergonhosas. Mas o que aconteceu foi exatamente o contrário.
Os Benga Boys retomaram suas raízes hardcore. O show foi realizado no estacionamento de um motel, onde na entrada havia fanzineiros desenhando cartuns subversivos. O palco tinha como pano de fundo um desenho grafitado do presidente mantendo relações sexuais com um cavalo. Sobre o palco, Zé Coveiro, que havia trocado de sexo agora era homem novamente e usava uma camiseta com o Mickey empalado. Estava no palco também Pedro Tolete, Cláudio Defunto, um guitarrista novo que havia substituído João Cavalo, morto em acidente, e um esqueleto. Depois fomos informados que o novo guitarrista se tratava de Rodrigo Furúnculo, ex-guitarrista do Greek Kiss, que na ocasião do show vestia uma camiseta do Suicidal Tendencies.
O show começou com a clássica "Fucking With Dead Women", seguida por "I Love Your Mother's Ass", o que já foi suficiente para dar a entender que a banda novamente voltava ao ultrahardcore. No meio do show, Zé Coveiro pegou uma boneca inflável com a cara da Britney Spears, decepou sua cabeça e simulou sexo com ela. No intervalo de uma das músicas, um boneco de George Bush foi arremessado para a platéia, que o destroçou em questão de poucos segundos. O show continuou com a mesma energia, e no final, Pedro Tolete gorfou na platéia.
Procuramos Zé Coveiro para uma pequena entrevista após o show:

CH3: Zé Coveiro, você não havia mudado de sexo?
Zé Coveiro: Sim, mas mudei de novo.
CH3: Porque a decisão de voltarem com a banda?
ZC: Na época eu ainda era mulher e tocava na banda emo "The Sad Little Bears". Um dia eu recebi um telefonema do Cláudio (Defunto), eu sabia que ele tinha já participado do Big Brother. Daí ele disse que era pra eu dar uma passada na clínica de massagem dele. Eu fui, cheguei lá tava o Pedro (Tolete), só que agora ele era chamado de Chimbinha. Aí o Cláudio colocou pra tocar o nosso primeiro cd. No começo a gente levou um susto, porque a gente tava em outras já. Mas aí a gente se tocou que a gente surgiu pra mudar uma situação que tava uma merda, e o que a gente tava fazendo agora era justamente o contrário. A gente começou a lembrar da época que fazia show em banheiro e resolveu que devíamos voltar.
CH3: Como foi o retorno?
ZC: A primeira coisa que a gente fez foi desenterrar o João Cavalo.
CH3: Então aquele esqueleto no palco era o João Cavalo?
ZC: Sim.
CH3: Caramba!
ZC: Pois é. Ele tinha que tá presente na nossa volta. Mas a gente precisava de um novo guitarrista, então a gente chamou um velho amigo nosso que tocava no Greek Kiss, o Rodrigo Furúnculo. O cara curtiu a idéia e topou.
CH3: E o que você achou do show que vocês acabaram de fazer?
ZC: Acho que ainda não tá no nível dos que a gente fazia antes, teve só 4 pessoas que ficaram aleijadas e não morreu ninguém. Mas isso é questão de tempo até a galera acostumar com a nossa volta.

O show de retorno dos Benga Boys durou cerca de meia hora, tendo a banda tocado 40 músicas.

domingo, 18 de novembro de 2007

Ascensão, apogeu e queda de Zé Gotinha

Em outros tempos Zé Gotinha foi um herói. Hoje ninguém mais se lembra dele. Vamos relembrar um pouco a trajetória dessa grande personalidade da história brasileira.

Nascido como José Gota Junior em Barbacena, ele começou a ser conhecido por todos nos anos 80, devido às campanhas contra a poliomielite. Seu carisma ajudava a levar as crianças, sempre rebeldes, a tomar as gotas contra a doença. Foi um período de sucesso. Zé Gotinha aparecia nos jornais, nos programas de auditório, nos jogos de futebol e nas revistas de culinária, grande gourmet que era.

Mas seu sucesso foi o começo do seu fracasso. A paralisia infantil acabou no Brasil. Com isso, Zé Gotinha foi perdendo espaço. As suas aparições foram diminuindo e ele teve que começar a aceitar convites para animar festas infantis. Não deu muito certo visto que muitas crianças sentiam medo dele. Nessa época, ainda preservando sua honra, ele recusou um pedido para participar da banheira do Gugu.

Zé Gotinha teve que enfrentar as críticas. Muitos questionavam o porquê de ele ser branco. O acusavam de ser do Ku-Klux-Klan. Programas sensacionalistas afirmavam que ele era gay e mantinha um caso com o Gasparzinho. Além de sofrer várias tentativas de agressão por crianças desnaturadas. Elas não sabiam que só podiam dar chutes pelo simples fato de não serem paralíticas, e isso elas já deviam ao Zé Gotinha.

E as crianças de outros tempos foram crescendo, dando a lugar a essa juventude transviada de hoje em dia. Certo que eles não têm culpa se as Olimpíadas do Faustão foram substituídas pela dança dos famosos, e se o Topa Tudo por Dinheiro acabou. Mas as crianças já não ligam mais para o Zé Gotinha. De vez em quando as campanhas de vacinação ainda usam sua imagem, mas imagens customizadas. Começaram a aparecer Zé Gotinhas coloridos, Zé Gotinhas com lantejoulas, um absurdo.

Talvez o último momento de glória dele tenha acontecido em 2004 quando ele fez rapel no Parque Mãe Bonifácia. Especialistas acreditavam que ele iria fazer sucesso novamente. Mas não, a começar pelas crianças que se dividiram nessa sua aparição. Algumas fugiram, em prantos. Outras tentavam cutucar seu toba.

Zé Gotinha se deprimiu. Terminou seu namoro com a Priscila da TV Colosso. Começou a ligar para o CVV, mas os atendentes riam quando sabiam que era ele que estava falando. Viciou-se em tóxicos. Não foi aceito para trabalhar no Manasses. Apareceu no programa da Luciana Gimenez, mas a audiência foi muito baixa. O boato de que ele apareceria no Arquivo Confidencial foi recebido com gargalhadas. Quando vai ao estádio ver jogos de futebol os seguranças o barram e mandam tirar a fantasia.

Hoje Zé Gotinha vive novamente em sua cidade natal, mofando. De vez em quando recebe alguns alunos de jornalismo para fazer matérias sobre a sua vida. Participa de reuniões mensais no clube dos personagens esquecidos, o qual dirige ao lado do Fofão. Mas nem tudo está perdido. Dizem que ele recebeu um convite para participar de um filme pornô ao lado da Rita Cadillac e de MacGyver.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Os Mamíferos da Parmalat

Nas últimas semanas nosso país ficou chocado com as fraudes do leite. A população brasileira, já acostumada com a adulteração de combustíveis, escaldados do Choppão e refeições do RU da UFMT, descobriu que o leite que abastecia suas mesas também estava adulterado. Até me recordo de conversar com Marcão sexta passada, este me relatava seu alívio por só tomar leite de ornitorrincas albinas, me perguntei então, como posso me referir à fêmea do ornitorrinco? Seria mesmo ornitorrinca? Bom, voltando ao assunto, em meio a todo esse escândalo que fez com que boa parte dos brasileiros passasse a tomar leite de saco, estava envolvida Parmalat. A velha Parmalat, que por tantos anos fez a alegria dos torcedores do Palmeiras, a Parmalat intocável, pois quem ousaria se intrometer com a marca que lançou os Mamíferos? A Parmalat foi acusada de comprar e distribuir leite com água oxigenada, soda cáustica, kryptonita e outras substâncias supostamente prejudiciais à saúde. Mas como mega empresa que é, e contando com sua excepcional equipe de marketing, a Parmalat combate essas críticas infames com a VOLTA DOS MAMÍFEROS. As crianças que encantavam corações femininos e enchiam os sacos masculinos tiveram todo seu cachê (de 50 mil reais por cirança) pagos em Leite Parmalat, e desde aquela primeira campanha deixaram de beber qualquer outro líquido que não fosse Leite Parmalat. As crianças cresceram, e graças ao consumo exagerado de Parmalat se tornaram lindos adolescentes. Veja a campanha e comprove:




Beba Parmalat!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

O incompreendido fetiche por balões

Antes de começar, gostaria de comunicar que nosso blog tem recebido visitas até de internautas da Guatemala. Portanto, dedico esse post a todos os guatemaltecos que visitam o CH3.
Enfim, o fetiche por balões. É um tema polêmico e controverso, por isso demoramos para discorrer sobre o assunto e publicá-lo. Para nós hoje pode parecer estranho e bizarro alguém sentir prazer sexual ao entrar em contato com balões (sim, esses balões coloridos de festa de aniversário). Mas o mais estranho é que esse fetiche foi descoberto ainda na idade média, quando os balões não eram feitos de borracha, mas sim de bexiga de animais. Convenhamos que naquela época era muito pior. Em nossos tempos modernos, temos balões de látex super-flexível e anti-bacteriano, tornando a prática do sexo com balões mais higiênica, segura e divertida.
As pessoas que apresentam esse peculiar interesse por balões são chamadas de "Looners". Não, não são Looney Tunes, esses são Pernalonga e seus amigos. Claro que nada impede que um deles seja um looner, aliás acredito que o Gaguinho seja.
Homens têm preferênia por balões no formato convencional oval, enquanto as mulheres têm preferência por aqueles balões compridos. Os looners sentem-se excitados com a superfície de látex, com a flexibilidade do material, com o ato de assoprar o ar, e a acariciarem o balão, dentre outras coisas mais obscenas. Pessoas assim costumam passar por situações difíceis e constrangedoras em público em determinadas situações. Como no caso de Adalberto Silveira Neto, 29 anos, Goiânia. Ele estava na festa de aniversário de 7 anos de seu primo quando, momentos depois dos parabéns foi visto por todos os convidados da festa, crianças e seus pais, esfregando suas genitálias nos balões. Foi levado para a delegacia, em seu depoimento, apenas dizia: "Não consegui me segurar". Outros casos famosos de looners são aqueles palhaços animadores de eventos, que moldam figuras em balões compridos. Profissionalmente, eles moldam cachorros, girafas, lêmures e até gnus e porco-espinhos. Para diversão pessoal, moldam mulheres sensuais, muitas vezes celebridades.
O caso dos balões-surpresa (papo-de-peru):
Indispensável em festas infantis são aqueles balões gigantes cheios de doces ou brinquedos. Muitas amizades são desfeitas no momento de estourá-lo, muitos dentes são quebrados e fraturas expostas são freqüentes. Não é raro ocorrerem mortes nesse momento da festa. Já para o looner, o papo-de-peru é o ápice do prazer sexual.
Incompreendidos:
Os looners são vistos pela sociedade como aberrações, pessoas anormais, com desvios mentais que merecem ser privados do convívio social. Isso deve-se à crença de que looners são pansexuais, dessas pessoas que fazem sexo com objetos inanimados e hortifrutigranjeiros. Mas isso não é verdade. Looners são pessoas que, como todos, gostam de se relacionar sexualmente com seres humanos. A diferença é que eles vêem nos balões um complemento para o prazer, um meio de aumentar o orgasmo. Muitas vezes num relacionamento o parceiro ou parceira só é reconhecido como um looner na hora de fazer sexo pela primeira vez, quando um dos dois diz: "ao invés de camisinha, vamos usar este balão?". Relacionamentos promissores costumam romper em situações como essa.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

O novo vídeo de Guilerme

Agora sim vocês podem ver o novo vídeo de Guilerme. Os antigos são esses ai.

http://www.youtube.com/watch?v=1BEWfkeGI2A
http://www.youtube.com/watch?v=tRZYmWm6Wbw
http://www.youtube.com/watch?v=EIbJo80oB-4
http://www.youtube.com/watch?v=CcUYNhwif2Y

Mas vamos falar um pouco sobre Guilerme: Guilerme é um boneco de isopor.

O que, foi pouco? Tá certo

Guilerme é um boneco de isopor, tem quatro irmãos, um é porta lata de cerveja, outro é refletor de luz em filmes pornôs, um terceiro virou salgadinho e o quarto virou réplica de taça na torcida do Flamengo. Esse é seu quinto vídeo, talvez o mais simples de outro, em que ele se prepara para sua próxima mini mega produção. Mas deixa pra lá, vamos logo ao vídeo. Peguem as jujubas.

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Festa do Cabide: da teoria a prática

Começarei este texto de maneira diferente. Antes de qualquer coisa vamos ao significado das palavras.
Festa: Do latim festus, ou seja, pessoas enlouquecidas celebrando qualquer coisa, desde que elas tenham álcool ou brigadeiros.
Cabide: Ponta direita do Bangu na década de 50, ou objeto de design avançado que serve para se pendurar roupas.

Portando a festa do cabide é uma celebração enlouquecida do design? Bem, não, vamos explicar melhor. O sentido léxico não faz muito sentido, não é como a Festa do Sinal em que o nome vem do inglês (Sin: pecados e All: todos). Mas se pensarmos mais um pouco poderemos chegar à brilhante conclusão que é uma festa em que as pessoas utilizam os cabides com fim de entretenimento. As roupas ficam penduradas em cabides. E as pessoas entram completamente nuas. Tende a terminar em suruba.

As origens
A festa do cabide teve origem no paraíso. Ou pelo menos seu conceito. Certo que eram meio monótonas porque tinham apenas dois participantes, uma maçã e uma cobra safada, sem duplo sentido. Infelizmente as roupas ainda não haviam sido inventadas para que elas pudessem ser penduradas. Mas a verdadeira origem é na Mesopotâmia. Porque vocês sabem, tudo teve origem na Mesopotâmia. Durante o Império Romano, certa vez Nero resolveu fazer uma festa do cabide. Ao saber que o cabide ainda não havia sido inventado ele mandou que a cidade fosse incendiada.

Durante a Idade Média eram realizadas dezenas de festas do cabide. Mas não era com a conotação que nós temos hoje. Na época os cabides eram usados durante a festa. Entendam o que vocês quiserem. Os portugueses trouxeram cabides para presentear os índios brasileiros. Só que os indígenas não usavam roupas para serem penduradas. Após anos de desencontros, hora ideológico, hora político, a primeira festa do cabide foi realizada em 1981. Sem dúvida o maior legado que os anos 80 proporcionou, além dos filmes do Stallone.

Muitos teóricos já teorizavam sobre a festa. Marx era contra. Tanto que até hoje os comunistas não participam delas. Até porque eles também são feios e não tomam banho, portanto nunca são convidados. A Escola de Frankfurt dizia que todo mundo era receptor passivo, e isso sempre gera muita confusão nesses tipos de festa. Já Althusser chegou até a citar o Aparelho Ideológico do Cabide. Sabe-se lá o que ele queria dizer com isso, mas dizem que ele matou sua mulher a cabidadas.

Como Organizar
Bem, tudo fica muito mais fácil se você for dono de uma loja de roupas. Se você trabalhar na Riachuelo ou C&A, talvez você possa pegar alguns escondidos e colocar embaixo da sua camiseta. Se te pegarem, diga que você confundiu com o seu sutiã. Se você for homem, vai ser mais complicado. De qualquer maneira arrume a maior quantidade de cabides que você puder. Pegue emprestado com os amigos se for o caso. Não se esqueça dos cabideiros também, ou se for o caso improvise varais com arame, de preferência que não seja o farpado.

Cuidado com os convites. Quando perguntado sobre quantas pessoas foram convidadas nada de responder “com você e sua mulher já somos três”. Isso afugenta as pessoas. Menos os danados, claro. Cuidado com os amigos dos amigos e tenha preferência por aqueles que sabidamente não tem doenças venéreas.

Como se comportar
Mantenha a educação oras. Certo que o mais difícil é não ter bolsos para colocar a mão, mas nada de ficar cutucando as pessoas, porque isso pode gerar conflitos. Ao se deparar com uma ereção mantenha a classe, diga “opa, mais alguém chegou pra festa”. Talvez até sirva para descontrair o sempre tenso ambiente de uma festa do cabide.

Quando for abordar uma mulher, nada de piadas rapaz. Não diga “bela camisa” ou coisas assim. Você poderá tomar um tapa no rosto ou até quem sabe, um chute no saco, muito mais dolorido.

Situações constrangedoras
Numere bem os cabides e faça com que as pessoas guardem o número do cabide em que ela deixou suas roupas. Nada mais chato do que ver pessoas pegando as roupas dos outros. Sempre vai ter alguém que ira trocar sua camisa Hering por uma da Ellus. É algo parecido com aquele cara que leva Nova Schin para uma festa e toma a Skol dos outros.

Certo que ai tem outro problema que é onde as pessoas vão guardar o papel com o número do cabide visto que elas não terão roupas e consequentemente bolsos. Claro, isso se nenhum canguru for chamado para a sua festa. Guardar os papeis em orifícios corporais poderá ser constrangedor para excitações futuras. Talvez seja melhor então marcar as pessoas com pincel atômico, claro que sempre tomando muito cuidado com as piadas de mau gosto nessa hora. Claro, evite que haja outros pinceis atômicos dentro da casa, para evitar as falsificações. Não aceite desculpas como “ah isso aqui é um consolo”.

O pós festa
No dia seguinte quando você acordar, isso é, se você acordar olhe bem para o chão onde você ira pisar. Olhe bem para as paredes também. Também olhe para as portas enfim, para qualquer lugar, o ambiente poderá estar bastante escorregadio. Mas então, é hora de devolver todos os cabides, claro.

Conclusão dialéticaComo é dialética são duas, claro.
1) Festa do cabide é legal, diverte as pessoas e nos torna cidadãos mais livres enquanto seres humanos.
2) Festa do cabide uma putaria sem limite. Isso não é coisa de deus.

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Poemas de Vinícius

O CH3 mais uma vez surpreende, dessa vez mostrando seu incentivo à cultura. Para tornar esse um blog mais culto e sofisticado, essa postagem terá poemas de Vinícius. No caso, eu.
Esses poemas são de minha autoria, durante diversos períodos de minha vida. Talvez lecionem isso nos colégios nas aulas de literatura. Ou talvez não.
Começo com um pequeno poema que reflete minha influência no realismo. O título é Roasted Potato:

Batata
Dourada
Gratinada
Recheada
Cuidado
A batata tá assando
Pro teu lado.

Como não podia deixar de ser, também compus sonetos, a forma mais simétrica de poesia:

Soneto de Besuntação

Um pote de margarina
É um pote de felicidade
Te besunto, minha menina
E corro nu pela cidade

Teu corpo lambusado
É a visão do Paraíso
Pego o leite condensado
E tenho tudo que preciso

Depois de besuntá-la
Chega o momento decisivo
É quando vou possuí-la

Começo lambendo seus pés e depois suas coxas
Você besuntada é a encarnação
De Sodoma e Gomorra

Alguns versos soltos refletem a liberdade poética, tornando possível expressar os desejos humanos mais fortes sem deixar de ser belos:

Oxalá eu pudesse
Ser criança de novo
Brincar com balões
Com conotação sexual

E, naturalmente, a evolução poética do artista chega até a poesia concreta:

toba
caga
bosta
ploft

Enfim, meus amigos, gostaria de informar que esses poemas e vários outros podem ser encontrados na coletânea "Poemas de Vinícius", recentemente lançado pela CH3 Editora, pelo preço módico de R$49,90. Aceito cartão de crédito.

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Como será a copa do Brasil?

Foi confirmado que a copa de 2014 será realizada no Brasil. Após vencer uma disputada concorrência com mais ninguém, nosso país mergulhou em uma espontânea festa. Pessoas saíram com perucas verdes às ruas e foram até o Cristo Redentor comemorar tal fato. Impressionante.

Mas agora que foi escolhido, como estará o Brasil em 2014? Seja no futebol, ou na situação econômica, ou no que seja. Para trazer essa informações até todos, vocês deveriam saber, nos encontramos com Jorginho de Ogum, ele foi fazer suas previsões em um bar de sinuca. Meio desconcentrado ele perdeu bolas fáceis e fez algumas previsões abaixo relatadas.

Violência
A violência no Brasil vai estar controlada após a criação do bolsa-assalto, projeto social em que os cidadãos cadastrados recebem um valor de 80 reais mensais apenas para serem assaltados. Em acordos de paz os traficantes prometeram fazer arrastões apenas em dias de jogos da Argentina.

Transportes.
Os problemas nos aeroportos não vão ocorrer em 2014. No último ato de seu mandato o presidente Lula vai resolver o problema ao proibir a presença de aviões no Brasil. Sem aviões, sem problemas, e nós teremos um céu de brigadeiro mesmo com as reclamações da associação dos diabéticos. Mas o problema ficou sério mesmo quando os motoristas de ônibus resolveram entrar em greve.

A copa em si
Sem a presença de aviões, algumas equipes passaram por situações constrangedoras, como a delegação japonesa que encarou 40 dias de viagem de barco. O barco da equipe de Serra Leoa que iria participar de sua primeira copa do mundo acabou naufragando e a equipe morreu na praia.

A equipe argentina acabou desistindo de participar do mundial. Enquanto o Brasil fez todos os seus jogos no Maracanã, os argentinos tiveram que participar de um jogo em Manaus na segunda-feira e não aceitaram ir até Porto Alegre montados em jegues. Algumas equipes optaram por se locomover a pé. Por conta disso a seleção do Quênia conseguiu chegar até a semifinal, aproveitando seus jogadores maratonistas. Infelizmente pelas dificuldades financeiras, vários jogadores morreram de fome ao longo da copa e o time não teve 11 atletas para colocar em campo na semifinal contra a França.

A seleção francesa, aliás, fez uma grande campanha com o seu técnico Zidane que comemorava cada gol de sua equipe com uma cabeçada no seu auxiliar técnico Materazzi. Ao fim da copa dos dois assumiram um romance.

O Brasil foi campeão com o seu técnico Romário que revolucionou os treinos ao aproveitar táticas do futevôlei ao futebol. Estranho foi o fato de Romário ter saído de sua aposentadoria aos 48 e se auto convocado para jogar ao lado dos experientes Ronaldinho Gaúcho, Robinho e Kaká. Até um último momento ainda se cogitava chamar Ronaldo Fenômeno, mesmo este pesando 213 kg. Situação estranho ocorreu na semifinal quando o Brasil enfrentou a Itália de Alexandre Pato. Sim, após anos sem ser convocado por Dunga, Pato resolveu se naturalizar italiano.

A taça do mundo foi entregue a Romário por Zagallo, que se manteve vivo graças a modernas técnicas de embalsamento.