Postagens

A mamata realmente acabou?

Durante muito tempo, a sociedade brasileira conviveu com o conceito de “mamata institucionalizada”¹. Segundo este preceito, o cidadão médio teria garantido o direito de acessar uma mamata, desde que atendesse a uma mínima configuração ideológica. No entanto, esta tradição secular brasileira passou a ser ameaçada quando o então candidato a presidente Bolsonaro fez do fim da mamata uma das suas principais promessas de campanha.

“A mamata vai acabar! A mamata vai acabar!” era o grito retumbante que ecoava pelas ruas de nossas cidades em enormes carreatas tingidas de verde, amarelo, sangue e pólvora. Vitorioso, Bolsonaro colocou o fim da mamata como tema central de seu discurso da vitória e, posteriormente, no seu discurso de posse traduzido automaticamente para Libras por sua esposa.

Claro que o fim deste cerne enraizado em nossa civilização sub-equatorial seria um choque. Ainda estávamos nos acostumando com essa ideia, acordando domingo de manhã com um gosto amargo na boca, que em outr…

As previsões para 2019

Retrospectiva 2018

Amigo Oculto CH3 2018

Banksy

Crossover do GNT

Brasília

O Case Oreo

Memórias da Doutrinação

A cozinha nada prática de Benjamin Curveau

Lembranças diante do fim

O WhatsApp acabou com o mundo (como nós conhecíamos)

Sinais de que as coisas não iam bem