Quem somos nós?

Quem somos nós? Sim, nós mesmos, o CH3.

CH3 é uma substancia química muito provavelmente. Mas, ao que eu me lembro de química, o CH3 seria uma substancia instável, visto que o carbono tem quatro elétrons de valência. Seria necessário um quarto hidrogênio para formar o CH4, o popular metano nosso de cada dia, que contribui diretamente para o apocalipse global. Nós do CH3 seriamos instáveis?

Afinal, que porra é essa?
Bem, vamos por partes. Nós não fizemos este blog para homenagear um elemento químico. Nós também não somos os CH e por sermos 3, colocamos o 3 no final. Também não é verdade que um de nós seja o C, que outro seja o H e que outro seja o 3. O nome veio de uma simples coincidência. Você já percebeu que o nome de Charles Bronson, Chuck Norris e Chimbinha comece com Ch? Pois é, nos percebemos. Não podia ser apenas uma simples coincidência. O segredo da vida está no CH.

O CH3 é um blog de humor, aquilo que pretende ser engraçado. Talvez, poderia dizer que o CH3 é uma forma de se viver, e vocês leitores seriam pessoas que estão sendo salvas por cada uma dessas palavras aqui escritas. Mas acho que seria um pouco de exagero.

Somos um blog com temática livre, portanto, aqui nós colocamos de tudo, ou quase tudo. Saiam daqui seus pedófilos!

Exceção feita a algumas publicações de nosso início, todos os textos publicados por aqui são de nossa autoria. Não que isso signifique muita coisa, a autoria não é lá muito importante nestes tempos atuais.

Nossa origem é a cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso. Por isso somos influenciados pelos hábitos e costumes da terra. Dançamos rasqueado e tomamos guaraná ralado, encontramos jacarés na rua e sonhamos com a chegada da televisão. Já faz um bom tempo que São Paulo superou Cuiabá no ranking das visitas e por isso pensamos em nos mudarmos para lá. Viraríamos o novo Vanguart e emplacaríamos uma piada na novela das 7.

Já foi dito e não explicado que este blog foi fundado por três autores, mas nós também temos alguns personagens, frutos diretos da demência mental.

Os Autores
Tackleberry: O fundador do blog. Administrou o dinheiro que nunca ganhamos e mesmo assim conseguiu fugir com esse dinheiro para as Bahamas e nunca mais foi visto durante um bom tempo. Recentemente, Tackleberry voltou para Cuiabá e, ao que tudo indica, investiu todo o seu dinheiro em Herbalife. Caso você queira perder alguns centímetros de barriga, procure-o no Instagram.

Vinícius Gressana: O homem-celular do século costuma a passar boa parte do seu dia se besuntando em substâncias aromáticas. Nutre um gosto polêmico por batatas, patos e escafandros, além de ser uma enciclopédia de fetiches. Publicitário formado, sempre mostrou enorme talento para o desenho e conquistou o reconhecimento mundial a partir do momento em que lançou o seu Café do Feliz. Vive em Curitiba, onde administra os ofícios de desenhista, bancário e amante profissional.

Guilherme: Originalmente era um dos três autores do blog, mas saiu em carreira solo a partir do momento em que foi abandonado pelos seus companheiros e precisou cuidar sozinho de um blog fracassado aos 22 anos. Formado em jornalismo, em um tempo remoto era capaz de colocar o pé atrás do pescoço, mas infelizmente a idade chegou, levando com ela o vigor da juventude.

Equipe
Alfredo Chagas: Um dia bateu em nossa porta um cidadão barbudo que queria ser editorialista do nosso periódico CH3 News. Como ele não parava de falar, aceitamos, maldito erro. Um conservador revolucionário que acha Olavo de Carvalho liberal demais e que Che Guevara era um porco oligárquico. Acha que “essa vida é uma porra” e se sente “recauchutado com isso”. Recentemente lançou um culto evangélico agnóstico.

Guilerme: um boneco de isopor, filho do Vinícius e irmão do Guilherme, por mais que Guilherme e Vinícius não tem nenhum parentesco. Grande ator, visionário observador e vingativo. Manteve relações sexuais com todas as capas da Playboy até abril de 2008, exceto Roberta Close e Monica Veloso. Infelizmente, Guilerme morreu no dia 2 de janeiro de 2014, mas ficam as lembranças.

Pai Jorginho de Ogum: Um pai de santo camarada. Já foi centroavante do Flamengo e candidato ao governo de Mato Grosso. Estuda Direito na Unic há 10 anos e atualmente administra a Casa de Diversão Noturna Carnicentas, voltada para o entretenimento adulto. Trocaria sua mulher por uma garrafa de caninha 21 e sofre com um problema crônico na sua privada.

Marcão: Antigo lateral direito do Flamengo que hoje é pedreiro no Jardim Leblon. Analfabeto, conseguiu formar sua filha num curso de Administração, fazendo bicos como cozinheiro, segurança de boate gay e ator de filmes pornôs de segunda categoria. Infelizmente sua filha foi embora de casa sem dar satisfações, ingrata.

Cão Leproso: Um cachorro que devido à hanseníase não tem braços. Nasceu durante uma aula de economia. É exímio goleiro, jogador de basquete e costuma a pegar todas as gatinhas fazendo a dança do robô. Ele odeia abraços coletivos e cantar parabéns nos aniversários. Uma espécie de mascote do blog, exala carisma por onde passa.

Hanz, o pansexual: É um maldito velho tarado pansexual que usa roupas de látex.

Outros
Alfredo Humoyhuessos: Pesquisar e dançarino de rumba colombiano, ele também é ventríloquo amador, coreógrafo e... enfim, precisaria passar o dia aqui explicando suas muitas funções. Dono de um conhecimento enciclopédico, eventualmente abre um espaço na sua agenda para atender alguma demanda científica do CH3.

Garoto Fabinho: Pobre garoto que nasceu em Primavera do Leste, a capital nacional do Bullying. Sofreu muitas humilhações dos pais e dos colegas, até que foi mandado embora de casa ao completar 10 anos. Hoje mora Gaúcha do Norte e parece que ninguém mais mexe com ele.