Guia CH3: Como Enxugar Gelo

O silencio da chuvosa madrugada cuiabana foi rompido por um carro prateado que passava em alta velocidade pelas apertadas ruas do centro da cidade. Mas bem, o que isso importa? O nosso assunto aqui é gelo. Sim, gelo. Aquele gelado e de preferência que não seja o de padaria. Este, nós aqui já afirmamos, e voltamos a reiterar que somos absolutamente contra.

Mas ali está a pedra de gelo. Imaginem-na, com toda a imaginação que foi colocada dentro de sua cabeça. Pois bem, nas CNTP ela derrete. Sim, derrete, não adianta nem dizer que você está no Pólo Norte, Urso Polar, que hoje em dia o gelo derrete ai também que eu to sabendo.

Aliás, nada contra que o gelo derreta, porque isso é normal. Se a H²O quer ser liquida, sólida, gasosa, ela que se decida. Quem somos nós para repreender suas preferências sexuais? Mas o chato (não, não é aquele) é que enquanto o gelo derrete, ele fica molhado.

Certo, isso pode ser interessante caso você esteja querendo seduzir uma pessoa, mas é deveras irritante quando você acorda em uma banheira cheia de gelo. Tudo bem perder os rins, mas perder os rins molhado é que não é legal.

Então, o gelo está ali derretendo, e ai? Bem, tome nota ma frendas¹.

Primeiro vá para seu quarto sozinho. Não, não. Não se anime pensando que você ira sodomizar as pedras de gelo. Mas, claro, leve o gelo para o seu quarto. Se ele não quiser ir, pague uma Ice antes. Dependendo da sua situação financeira você pode tentar o vinho Dom Bosco, mas, os teóricos não observaram resultados eficazes. Enfim, certifique-se que no seu quarto será possível encontrar toalhas. Boas toalhas, nada de panos de prato ou perfex. Ai então, finalmente leve o gelo para o seu quarto. Correndo para que o gelo não derreta. Por mais que correndo a temperatura corporal aumente e isso facilite o derretimento do gelo. Questão difícil. Mas, observando o vetor v1, creio que seja melhor fazer isso correndo. Caso as dúvidas persistam, consulte seus livros de física primeiro. E ah sim, ligue o ar condicionado do seu quarto. Se seu quarto não tiver ar condicionado, a experiência poderá fracassar miseravelmente.

Agora vem enfim o processo. Ao chegar ao seu quarto o gelo já estará molhado. Não se anime com isso, não vá tirando a roupa, e preparando a câmera digital. Você está ali para secar a pedra rapaz. Então, envolva o gelo na toalha e aperte bem. Movimente as mãos em sentidos contrários. Mantenha a concentração, e evite ereções. Em cerca de 14 minutos o gelo estará completamente seco e a toalha molhada. Suas mãos... Frias.

Outra maneira é a tentativa de fritar gelo. Não, isso não significa que você vai levar o gelo pra rave. É o tradicional gelo frito. Pegue uma frigideira e leve ao fogo por cerca de 3 minutos e 28 segundos. Nem um segundo a mais, nem um segundo a menos. Nada de passar manteiga ou gordura na frigideira. Evite pensamentos pecaminosos nessa hora. Jogue o gelo na frigideira e em poucos segundos ele estará seco². Ou então, jogue logo o maldito gelo na maldita fogueira. Porra.

Ainda assim restará a incrível dúvida, aliás, a certeza de que o gelo não molhado, não existe. O que antes era o gelo virou apenas o ar que respiramos asperamente. Então, logo chegamos à conclusão de que passamos o dia inteiro envolvidos e respirando gelo não molhado. Portanto esse manual é mais do que uma tarefa prazerosa, é uma tática de sobrevivência. Aliás, sobrevivência muito mais difícil caso você tenha acordado sem os rins.

¹CANTONA, Eric em “You only play beautiful music if you know how to play in an orchestra! (ou “Iu onpay bitifiu miusic if you nótchopay ina orchestah!”)”
²Não confundir com gelo seco. Uma vez que gelo seco é gelo seco enquanto gelo seco é gelo seco. Um deles é de CO². Enfim, gelo no seco arde.

Comentários

Carlo Gressana disse…
Um texto bem feito é assim, didático e ao mesmo tempo poético.
O problema é conter as ereções no processo. Ainda estou praticando.
Thiago Borges disse…
Explanação fantástica...e digo ainda, o Governo Federal já estuda agraciar o Flamengo com uma taça de gelo seco pelo penta, não gelo seco, mas gelo seco.
Emily. Carvalho. disse…
o negocio da toalha eu não gostei, afinal vou acabar sem toalhas secas se precisar. prefiro o negocio da fogueira, rápido, simples e eficaz.
rs