Volta às Aulas

Pensando no fim das férias escolares dos inúmeros filhos (assumidos ou não) de nossos CHnautas, resolvemos redigir esse post. Nesse período de janeiro é sempre a mesma coisa, os telejornais Brasil a fora fazendo matérias em papelarias, só para cumprir tabela na redação, sempre com aquelas velhas dicas: “pesquise bem antes de comprar”; “cuidado com a listas de materiais abusivas”, “não precisa comprar papel higiênico”, etc. CH3 desenvolveu, com muito espírito subversivo e a ajuda do renomado psicólogo infantil Buddy Revell, a verdadeira lista de materiais escolares, mais do que isso, um verdadeiro kit de sobrevivência para seu filho(a). Perto dessa lista, o cinto do Batman não é nada, McGyver daria tudo por ter esses itens que seus rebentos terão nas mochilas.

1 – Dinheiro: fundamental nas transações comerciais que ocorrem nas escolas, tanto públicas como particulares. O Bully no Brasil não é tão comum quanto nos EUA, mas se seu filho for pequeno, pode salvá-lo de uma boa surra. Alguns pais gostam de “ensinar a pescar” ao invés de dar o peixe, então há o item 2.

2 – Bebidas, cigarros e entorpecentes: é a melhor forma de ensinar seu filho a ganhar dinheiro de forma pacífica. Um pacote de cigarro em uma escola, só perde em preço final para o mesmo pacote na cadeia, a rentabilidade e o giro do produto é impressionante. No caso dos entorpecentes, a maconha está em alta nessa onda ambientalista. Incentive seu rebento a plantar um pé. Para comercialização aconselhamos que só se carregue 200g. Para agregar valor ao produto, já pode ser vendida pronta para consumo, ou seja, “bolada”. Para pode-se usar o item 3, papel higiênico, não é legal pegar o material da escola, um bom profissional deve carregar seu material de trabalho desde cedo.

3 – Papel Higiênico: É recomendável ter o seu na mochila. Nunca se sabe quando vai pintar aquela caganeira! Se todos os banheiros estiverem ocupados, use um canto qualquer, para a limpeza, o papel higiênico adere muito melhor que folhas de caderno.

4 – Câmera Digital: Para fins de extorsão a câmera precisa ter grande resolução, gravar vídeos (inclusive com visão noturna) e se possível ter uma tele-objetiva. Esse investimento facilitará a negociação do seu filho(a) com os fiscais e professores do colégio, qualquer podre deles deve ser registrado e arquivado em local seguro. Se seu garoto estiver no ramo da agiotagem, a câmera digital é mais necessária ainda, mas precisa estar combinada com os itens 1, 5 e/ou 6.

5 – Faca, soco-inglês: ou outras armas brancas, o taco de baseball é desaconselhado pela dificuldade em esconder. Soco-inglês só tem o efeito suficiente se o portador for grande e forte. Se seu moleque é pequeno, deve usar o item 1 para contratar bons capangas, dois serão o bastante, ou carregar consigo sempre o item 6.

6 – Revólver, pistola: Básico na mochila de quem não tem porte físico, não quer investir em capangas nem se submeter a chantagens. No caso de escolas publicas, podem ser substituídas por armas de maior calibre, como a espingarda calibre 12 de cano curto, ou uma sub-metralhadora. Também se aconselha uso do item 7.

7 – Colete à prova de balas: Usado como agasalho. Só para escolas públicas.

8 – Camisinhas: Quanto mais melhor, seu filho de 7 anos ainda não está preparado para ser pai.

9 – Garrafas pet: Importantes no armazenamento e transporte das bebidas alcoólicas.

10 – Baralhos, fichas e dados: Os jogos de baralho são muito indicados no estímulo da sociabilidade da criança, mas tem que ser valendo dinheiro para estimular também a sociabilidade. A amarelinha está sendo substituída pelo seven-eleven, e o jogo da verdade pela roleta. Tudo valendo dinheiro, sempre!

11 – Corda: As crianças modernas não pulam corda, jamais! Mas esse utensílio é de suma importância para quem quer pular muros altos.

12 – Boa Noite Cinderela: Alguns comprimidos podem vir a calhar, nunca se sabe quando as garotas vão se fazer de difíceis.

13 – Saco plástico: Muito utilizado pelo BOPE no Rio de Janeiro, é um forte instrumento de persuasão, diga pro seu filho usar naquele X-9 veadinho que vive lembrando a professora de cobrar a tarefa, ou mesmo em professores que estiverem dificultando o processo de aprendizagem.

14 – Alicate: Pode haver ocasiões em que os itens 1, 4, 5, 6 e 13 não resolverão os problemas da sua prole, o que fazer então? Nada que um acidente não resolva, a professora pode cair da escada e quebrar o pescoço, ou quem sabe uma falha no freio deixe o carro dela desgovernado. Com um alicate tudo é possível.

15 – Filmes pornôs: Alguém tem que dar uma contribuição nas aulas de educação sexual, porque não seu filho? Diga a ele que abuse da criatividade, talvez até uma demonstração prática, mas nada de zoofilia!

16 – Mordaça: É a chance do seu filho(a) ajudar aquele(a) colega que vive comendo cola, borracha, giz e lápis. Também é muito útil se não tiver um item 12 por perto.

Esqueça os livros, com esse kit seu filho estará preparado para enfrentar o ano letivo que vem por aí, até a próxima.

Comentários

Guilherme disse…
é, o verdadeiro guia do jovem narcontraficante.

foda é se tiver BOPE no colégio.
Carlo Gressana disse…
Na minha época, a escola era muito pior. Vão por mim. Se já está assim hoje, imaginem antes, ave. Não sei como sobrevivi.
J. Tomaz disse…
É...
Na minha época eu já usava os itens 1, 2, 5, 8, 10 e o 15. Mas percebi que hj o negócio está bem mais sofisticado!
Imagine quando eu for pai!!! (opa, acho que nunca serei)... merda.