Guia CH3: Como se tornar popular usando Tropa de Elite

Com os olhos marejados pelas lágrimas que corroíam sua alma ela se virou para ele. Ele, que ela tanto amava e em quem projetou os mais belos sonhos que alguém poderia sonhar. Virou-se para ele sabendo que tudo estava terminado, que os sentimentos que antes a faziam viver, agora eram responsáveis por sua morte. Virou-se e disse “Você nunca saberá o que é o amor, com esses seus olhos vazios, que nada mais me fazem sentir. Está tudo acabado, nosso amor, minha vida, meus sonhos, tudo acabado”. Seus outrora vazios olhos se encheram de amargor. Ele sabia que não poderia discordar do que ela dissera. Mas não sabia como concordar. Ele também havia projetado tanto, prometido tanto. Prometido a si mesmo. Mas sabia que sim, estava tudo terminado. Sabia que seria a última vez que poderia dizer algo a ela. Ela, que o fazia viver. Com seus olhos amargos, segurou sua mão e lhe disse “Sei que não há do que discordar. Deixo que vá, mas nunca me peça para que eu consiga viver. Afinal... Minhas bolas estão coçando, querida”. Ela então virou freira e ele se matou.

O exemplo acima, criado por mim (aliás, em CH3 os textos são sempre nossos. Quando não, damos algum crédito, acho) nada mais é além do que um exemplo de que uma frase errada dita no momento errado pode provocar estragos. Imaginem por exemplo, se Martin Luther King ao invés de ter dito “Eu tenho um sonho de que, um dia, nas rubras colinas da Geórgia, os filhos de antigos escravos e os filhos de antigos senhores de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade” tivesse dito “Eu tenho um sonho de que, um dia, irei comer a Marilyn Monroe”. Provavelmente ele não seria assassinado, mas teria passado o resto da sua vida contando anedotas em um bar da Louisiana.

E como saber as frases certas? Sei lá, eis o mistério da fé. Ou digo, o mistério, apenas. Mas enfim, nesse texto te ensinaremos algumas coisas a esse respeito.

Primeiro, partamos do principio de que sua vida está uma merda. Você está sem amigos, as pessoas nunca acham suas piadas engraçadas, e você é corintiano ou vascaíno. Enfim, uma merda. O que você pode e deve fazer? É simples. Você pode conseguir ser popular utilizando frases do filme tropa de elite.

Para isso, não é necessário assistir o filme. Não, não precisa gastar dinheiro indo ao cinema, ou comprando a versão pirata. Nem precisa baixar da internet. Tudo o que você precisa é gravar as seguintes frases: “Pede para sair” e “você é um fanfarrão”.

Grave as bem, anote as num papel e ande sempre com o papel no bolso, para o caso de você esquecer. Agora vamos dizer como você deve usá-las. Essas frases são poderosas e se forem usadas de maneira errada podem causar constrangimento, no mínimo.

Vamos lá. Começamos com “você é um fanfarrão”. Primeiro lembrete, você deve utilizar o nome de seu interlocutor antes da frase, precedido por “senhor”. Explicando melhor, se a pessoa a quem você irá dirigir a frase se chama Asdrúbal, você deve dizer “Senhor Asdrúbal, você é um fanfarrão”.

Essa frase pode ser utilizada para citar uma pessoa que tenha cometido uma atitude equivocada. Não importa qual tenha sido. Batido o carro, deixado o sorvete cair no chão. Se o motorista do seu ônibus não parar no ponto, diga “Senhor motorista, você é um fanfarrão”. Diga isso com certo desprezo. Treine antes em frente do espelho, o treinamento trará um resultado mais eficiente. Sim eu falei sério, treine. Agora mesmo. Isso, boa garoto. Será sucesso imediato, os passageiros todos irão te abraçar, inclusive o motorista, o qual esperamos que tenha estacionado o veiculo antes de ir te abraçar.

A outra frase é “pede para sair”. Pode ser utilizada nos mesmos casos anteriores, mas é muito mais abrangente. Há uma diferença em sua entonação, ela deve ser dita de maneira mais raivosa. Quase gritada. E não deve utilizar “senhor” antes. Diga apenas “Asdrúbal: pede pra sair”. Pode ser utilizada também para se referir a pessoas insatisfeitas, ou que estejam fazendo um serviço porcamente. Diga “garçom: pede pra sair” quando o garçom demorar a trazer seu pedido. Você provavelmente nem terá que pagar a conta de tanto sucesso que você vai fazer com essa frase.

Use na internet também. Quando discordar do comentário de alguém em uma comunidade do orkut diga “Sr. Horácio, você é um fanfarrão”. Coloque uns erros de português, pra ficar mais realista.

Se não entendeu explico melhor. Você está em uma comunidade intelectual do orkut tal qual “Sua inveja é minha vitória”. Uma pessoa, que chamaremos de Srto. Tom Black Wild Poney posta um comentário polêmico como “ow, eU sOu o kRa + FdA dAh cOMu hsus lol”. Não hesite e coloque “Sr. Srto. Tom Blac Wild Ponei vc eh um fanfarraum”... Pensando bem, não faça isso. Aliás, torço para que nenhuma pessoa assim visite o nosso blog, o que, ahn, deve ser quase impossível.

Esqueçamos o exemplo. Mas, garantimos sucesso imediato. As pessoas irão te adicionar, e ainda escreverão depoimentos e serão suas fãs. Depois você será convidado a participar da comunidade “os vips do orkut”.

Enfim, use as frases de tropa de elite sempre. Elas garantem o seu sucesso profissional e pessoal. Afinal “O pimpolho é um cara bem legal, pena que, po, pena que ele não pode ver mulher”.

Comentários

Carlo Gressana disse…
Haheahehaehaheahehaeha!!!
Um bom exemplo de como fazer sucesso, hein!
Menos é claro o do orkut. Só digo uma coisa para o Srto. Tom Black Wild Poney. "Zero Dois, traz o cabo de vassoura!"

Gostaria de parabenizar o texto introdutório. Muito bom mesmo. Por um momento pensei estar lendo Shakespeare.