Numerologia

Bem, na verdade esse post é apenas sobre os números e como os números estão na sua vida. Se eu quisesse falar apenas sobre numerologia, o caminho mais fácil e lógico seria apenas ir falar com Pai Jorginho de Ogum. Não sei se a especialidade dele é essa, mas ele enrola para falar sobre qualquer assunto místico. De qualquer forma um post chamado “Números” não tem a força de um “numerologia”. Sempre consulto meu numerólogo para escolher os títulos dos posts.

A verdade é que os números estão ai na sua vida. Sim, eles estão. Em alguns momentos você é apenas um número. Quando vai preencher cadastros, você é o seu RG e o seu CPF. É também o seu número de matrícula, é a sua senha de banco, o número da sua conta, é uma data de aniversário. Você também é um número de roupa que veste.

E os números nas camisetas? Você vê pessoas vestidas com camisetas com o número 82, 67, 19 e etc. O que esses números significam? Alguns são fáceis de explicar. E os outros... bem, não faço a menor idéia.

O 88 por exemplo. Várias pessoas nascidas em 88 usam camisas com esse número. Outros usam porque, afinal, queiram ou não, o 8 é um número simpático. Redondo e interminável. Mas a verdade é que o 88 é o número de neonazistas. “Heil Hitler” era o grito que os nazistas faziam para o seu líder supremo. HH e o 8 é o número mais parecido com um H. Então, 88=HH=Heil Hitler. Explicando matematicamente.

Mas o número mais famoso de todos sem dúvida é o 24. Graças ao jogo do bicho, em que este é o número do veado. Que garoto nunca passou pelo temor de ser o número 24 da chamada. O terror da vida de muitos Luizes, Marcelos, até mesmo Paulos, Ricardos, e porque não Thiagos nas turmas menores.

O professor começava a dizer “André, número 1”, passava pelo Fábio número 13... até chegar ao número 23. A expectativa era criada. Aqueles que corriam o risco pensavam “quem falta antes de mim”. Até que o professor falava “Roberto, número 24”. Era motivo de desespero. Todos os outros começavam a rir e humilhar o Roberto. Que pensava em qualquer solução para escapar desse número maldito. Suicídio, mudança de colégio.

Também era uma frustração quando o número 24 caia com uma Rafaela ou qualquer outra menina. Não tem graça chamar a menina de viado.

Os números estão aí nas estatísticas. É de conhecimento público que 65,36% das estatísticas são inventadas na hora. Mas elas dão credibilidade para sua informação. “Po, boa parte dos que pegam essa doença morrem”. Isso não é nada. Agora “89% das pessoas que pegam essa doença, morrem”. Veja a confiança. Aliás, principalmente se o número for fracionado. 28,93% é muito melhor que 30%.

Jornalistas principalmente adoram dados. Mesmo que eles não saibam o que eles significam. Estão sempre em busca de um número exato de mortes, uma estatística de acidentes.

Por isso, o tempo todo somos bombardeados por números. Mesmo que para nós, eles não sejam nada.

415.

Comentários

Gressana disse…
Pois é, eu vou completar 24 anos em breve...
Barbara Bonani disse…
24 no jogo do bicho é Cabra e não Veado como vc disse. Pesquise!!!
Guilherme disse…
Barbara acredito que você também tenha que pesquisar. O jogo do bicho é composto por 25 animais, sendo que o 24º é o número do veado.

Cada animal acaba sendo representado por quatro números, que vão de 1 a 100. Aí então a cabra fica com o 21, 22, 23 e 24 e isso tudo faz parte da complexidade do jogo do bicho.