Profissões desgraçantes: Câmera man

Você provavelmente nem se lembra dele porque ele nunca aparece. Mas tudo, exatamente tudo o que você vê na televisão e no cinema depende dele. Sim, o cara com a câmera de vídeo é que torna possível que você veja sua novela, jornal e tudo mais.

Só pelo fato de ele ser um cara assim tão importante e ninguém se lembrar dele já tornaria a profissão, uma profissão desgraçante. Imagine um vírus que matasse todos que manuseiam as máquinas? A televisão acabaria. Ou provavelmente ficaria bem pior de se assistir.

Mas quando eu falo da desgraça da profissão, não é pelo anonimato. Imagina aquelas filmagens em lugares longínquos e inóspitos. Aquelas reportagens do Esporte Espetacular sobre cachoeiras, montanhas e trilhas. Você sempre pensa “hahaha, olha lá o repórter se fudendo todo”. E não para pra imaginar que o câmera também está na mesma situação. Só que com uma diferença. Carregando uma filmadora nos ombros e ainda não podendo perder o foco.

Imagine o câmera que subiu o Pico da Bandeira junto com o repórter. Imagine como é legal subir trilhas, pedras, carregando uma câmera.

Ou ainda: o repórter tem uma idéia super legal de fazer rapel numa cachoeira. Só que antes, pra fazer a filmagem o câmera também tem que descer a cachoeira de rapel. E todo mundo ainda vai ter que ficar esperando o cara descer aquele negócio.

E ainda há outras situações. O cara resolver fazer um programa de sobrevivência no deserto. E então o cameraman malditamente vai lá no deserto. E, coitado, ele só queria estar na casa dele, ou filmando um repórter fazendo passagem na rua. Pode odiar calor e areia. Mas está lá, por conta de um maluco.

Além daquelas idéias do produtor. “Vamos filmar o cara correndo”. O câmera vai lá, correr na frente do cara e depois fica parado esperando o cara passar correndo. Tudo isso por três segundos de imagem, que depois podem nem ser aproveitadas. Além das filmagens em carros e tudo mais.

Há ainda aqueles que filmam filmes pornôs. Ficar filmando pessoas trepando o dia inteiro, ainda com a hipótese de filmes gays, coprofágicos e etc. E com o risco de ser atingido por algum fluído corporal. Aliás, há até um vídeo na internet que mostra o desespero do câmera quando isso acontece.

Ou seja, para estar apto a esse trabalho, o cara precisa ser atlético, paciente e estar desprovido de qualquer preconceito. Além de ter estomago forte.

E há ainda mais um lado desgraçante para a profissão. O convívio com jornalistas.

Comentários

Gressana disse…
Bom, ao menos uma cameraman é famoso: o Renatão.
E ainda há a sacanagem de alguns diretores, que sabem que a filmagem ficaria mais fácil com grua e trilho, mas resolve fazer à mão só pra sacanear o pobre cameraman.
J. Tomaz disse…
A parte do convívio com os jornalistas é a pior, certeza. Salário nenhum compensa...
Thiago Borges disse…
Câmeras de filmes pornôs devem receber adicional por insalubirdade cara, não é fácil.

Agora pergunto, e o câmera que filmou a primeira viagem à Lua? Alguém se lembra que ele existe?
Anônimo disse…
Mas eles gostam ué, são profissionais! e depende do lugar que for filmar ué, kkkk mas que ele sempre se ferra isso é fato
Cameraman disse…
eis paga pau pra ti esses cara eis pensa eis cegue teus passo eis fica assim brabinho ou qué ficá eis paga pau pra ti também mas por trás eis fala mal de ti eis fica assim eis ficolhano po teu corpo e não importa mais isso aí porque eis pega sempre o resto sempre é tu primero pega sempre o primero prano depois vem eis eis pega o teu resto e ainda fico feliz eu acho que esses cara gostude fazê isso aí...
Anônimo disse…
O pior de tudo é o salário a qui no interior. na regiao de são jose do rio preto e Araçatuba.
De R$: 800 a 1500 Reais no Maximo
Acho uma vergonha.
Jorge Machado disse…
Puxa, finalmente alguém lembrou de nós, é bem isso mesmo, vc conseguiu resumir bem a nossa posição, e o pior de tudo é mesmo a convivência com repórteres, que no fim de tudo ficam com a fama!
Essa 'postagem' foi sarcástica, não?