Situações embaraçosas

Todo mundo já passou por pelo menos uma situação vergonhosa, dessas que todos ficam te olhando, pensando as coisas mais absurdas e você não sabe onde enfiar a cara. O mais recomendável é que se enfie a cara no chão, com tudo. Porque, às vezes, um acidente é o melhor chamariz pra desviar a atenção da cagada que você fez.
Listaremos aqui algumas situações que se nunca aconteceram com você, você deve rezar pra não acontecer jamais.

-Cagar no colégio/trabalho/casa da namorada: Cagar em casa, na casa de um amigo de longa data, na faculdade, ou na casa do Pedrinho, isso não é constrangedor. Mas no colégio, no trabalho, ou na casa da namorada... Esses são os piores lugares possíveis. No colégio tem crianças, e você sabe como crianças são malvadas. Se descobrem que você esteve cagando, vão ficar apontando pra você e gritando "cagão, cagão!". No trabalho é complicado, se o ambiente não for descontraído. Imagine numa situação formal, numa empresa em que o banheiro não é muito longe das salas. Seus colegas ficarão ouvindo o tolete batendo na água. Depois quando você sai do banheiro, pode até fingir que não aconteceu nada, mas que todo mundo vai ficar olhando pra você, vai. Já na casa da namorada, vale o mesmo. Às vezes é chato, por causa dos sogros, e mesmo a namorada não gosta muito de ouvir o que se passa lá dentro. Mas isso pode ser um indicativo. Se você já caga na casa da sua namorada e ninguém vê problema com isso, peça ela em casamento. Mas mesmo tentando evitar situações assim, na maioria das vezes não adianta, porque seu intestino sabe quando é a pior hora pra você.

-Bater palma na hora errada: Bem, pode não ser tão embaraçoso quanto a situação acima, mas sempre que você começa bater palma durante de um discurso antes da pessoa acabar, e ninguém acompanha as palmas, todos te olham e você fica com cara de idiota, que é.

-Barraca armada no colégio: Essa, rapaz... Essa todo garoto deve ter passado. Você lá, um adolescente espinhento, com os hormônios fervendo, na sala de aula, começa a olhar a bunda das suas colegas. Aí, acontece, você fica de barraca armada. Enquanto você estiver sentado, tudo bem, mas nessa hora a professora começa a chamar os alunos pra buscarem a prova corrigida, ou pra resolver algum problema no quadro. Não adianta tentar disfarçar nessa hora, mas o ideal é usar calças jeans, nunca aqueles shorts de uniforme, de tecido flexível.

-A garota que recusa suas flores: Não muito comum, mas acontece. Você está apaixonado pela garota, tem certeza que ela tá na sua e você resolve dar uma de romântico levando flores durante a aula dela. Aí ela diz que não é assim, que você é só um amigo pra ela, esse papo todo. Todo mundo viu, e todo mundo vê você parado ali de pé com flores na mão, que nem um perdedor. Você volta pra casa e procura evitar o convívio social por alguns dias. Pra evitar esse tipo de situação, poupe o dinheiro das flores e não se declare em público. Sério mesmo.

-Ser pego tocando uma: Nem precisa dizer o quão vergonhoso isso é, né? Seus pais ou o pessoal da sua casa podem até saber, mas não gostam de ser lembrados, ainda mais com uma imagem do filho o fazendo. Deixe seus instintos de sobrevivência falarem mais alto e seus sentidos se aguçarão de forma incrível. Assim você vai ficar em guarda quando ouvir qualquer barulho suspeito. Agora, nem pense em tocar bronha em lugares como faculdade, trabalho, aeroportos e similares. Além de isso ser coisa de doente, o extremo do onanismo, é pedir pra ser pego.

-Freiada na hora da transa: Essa é de matar. Você tá lá com a garota, no rala e rola, e na hora de tirar a roupa você vê que tá com a maior freiada na cueca. Você pode até tentar esconder, mas ela vai ver, com certeza. Isso é pior que brochar. Porque, quando você brocha, não é culpa sua. É uma coisa que acontece. Agora uma freiada, isso não tem desculpa. Você que foi o cagão que não limpou direito. A garota não só nunca mais vai dar pra você como vai contar pra todas as amigas.

Enfim, essas coisas na maioria das vezes você pode evitar. Mas elas acabam acontecendo mesmo assim. Não resta opção a não ser conviver com a vergonha.

Comentários

Guilherme disse…
Sem dúvida são situações constrangedoras. Felizmente, não deve ter sido frequente em minha vida.
maira matos disse…
"ser pego tocando uma"
Bem, não sei se realmente vcs meninos acham tão vergonhoso assim. Lembro da época da escola em que os meninos ficavam se gabando de tais situações que eram pra ser embaraçosas... Enfim...
Thiago Borges disse…
Cara, já presenciei uns casos desses, e essa história de aguçar os sentidos, realmente é verdade.
J. Tomaz disse…
ja me pegaram batendo uma... nao constrangedor. Era meu pai... ele só ficou rindo...