sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

11 Listas de Coisas Inacreditáveis

1) Não sei dizer quando é que a internet deixou de ser uma rede mundial de computadores e passou a ser apenas um depósito de listas. Todo dia enquanto passamos pelas redes sociais, nos deparamos com uma série de listas sobre os mais diversos assuntos. Acredito que as listas enumeradas compreendem mais da metade do conteúdo que circula pelos cabos de fibra ótica do mundo.

2) Existem diversos sites especializados em divulgar listas de coisas aleatórias que irão te surpreender. O principal deles é o renomado Buzzfeed e muitas pessoas o culpam pelo o que ficou conhecido como o processo de buzzfedização do mundo. Mas eu acredito que isso não seja verdade. O BF foi uma espécie de catalisador da tendência mundial de agrupar informações em listas.

3) Entro no site do Buzzfeed e encontro listas tão excêntricas como: 14 frases que não fazem o menor sentido se você ama roupas pretas; 40 sinais de que sua memória é horrível; 19 ideias do que fazer para curtir quando você está sozinho; 28 cachorros que se arrependeram de suas decisões; As 32 piores coisas de ser alto; 15 perguntas que expõe ridiculamente sua falta de maturidade; 24 dificuldades que as pessoas que não comem o tempo todo nunca vão entender.

4) Se nós formos analisar, não há um único motivo lógico para que você queira ter acesso ao conteúdo dessas listas. Sim, não há razão lógica para ver cachorros arrependidos, falta de maturidade exposta e outras listas mais seletivas, que não farão sentido para você justamente porque você não é alto, não usa roupas pretas ou não comem o tempo inteiro.

5) Mas, mesmo assim, sei que você sentiu uma vontade irresistível, em algum lugar no fundo da sua alma, de clicar nessas listas cujos links eu não forneci e que isso agora está te matando e que você provavelmente já abandonou esse texto e foi no Buzzfeed para saciar essa curiosidade. De alguma maneira que nós não sabemos explicar, as listas mexem com o nosso imaginário.

6) Se eu fizesse um post intitulado “Razões para não comer abóbora” e divulgasse-o por aí, as chances de que você clicasse no link seria mínima. No entanto, se esse post se chamasse “17 razões para não comer abóbora”, o clique certamente estaria garantido.

7) Pense bem, você não tem motivos para saber as razões pelas quais a abóbora não deveria ser comida. Mas a lista acaba por enumerar essas razões, restringi-las e ativa a nossa curiosidade em saber, afinal, quais são esses 17 motivos. Os motivos provavelmente serão bestas: vai dizer que ela é laranja, que ela desfia, que a casca dela é feia, que existem coisas melhores, enfim. Mas é difícil resistir à especificidade.
7,5) Os caroços da abóbora são realmente nojentos, eca.

8) Aliás, boa parte das listas do Buzzfeed tem conteúdo risível e você termina os intermináveis itens com a sensação de que desperdiçou uma boa parte da sua vida naquela página. Aposto que as 32 piores coisas de ser alto nada mais é do que um amontoado de frases sobre coisas que não são nem tão ruins assim, entremeadas por gifs engraçados de pessoas em situações inesperadas.

9) Também existem aquelas listas que se baseiam em achar Tweets ou postagens engraçadas no Facebook e aglutiná-las em um título como “19 pessoas que realmente odeiam abóbora”. Bem, essa lista ainda daria mais trabalho, mas algumas dessas coleções de postagens em redes sociais são feitas com o mesmo aprofundamento bibliográfico que um trabalho sobre bactérias de um estudante de quinta série.

10) Mas é difícil resistir, sim. Inclusive porque os posts de listas são incrivelmente eficientes em testar sua curiosidade ao dar um spoiler não revelador sobre o assunto. “O oitavo item vai te surpreender”, o “item 7 vai te provocar pesadelos”, “o último link vai te fazer cagar nas calças durante o resto da sua vida”, “um dos motivos irá te transformar em um monge budista que utiliza comprimidos alucinógenos sublinguais”. E você realmente quer se provar contra esses efeitos.

11) O que fazer? Não há o que fazer, não há como resistir. Eu tento, num esforço pessoal espartano, não clicar em nenhum dos links de listas que aparecem na minha timeline mas sempre se falha uma vez ou outra. Resta admitir que a vida poderia ser muito diferente, caso eu tivesse colocado um numeral na frente de todos os posts que o CH3 já fez.

Nenhum comentário :