segunda-feira, 4 de maio de 2015

Códigos misteriosos

Alguma vez você já foi numa loja de departamento. Por mais que você tente ao máximo postergar este momento sublime da existência da humanidade, um dia chega o momento de comprar umas cuecas novas, umas camisas feias e procurar bermudas sóbrias no meio daquele mundo de coisas alaranjadas e florescentes.

E enquanto você está lá, olhando as calças, no provador ou na longa fila de pagamento irá escutar a rádio local. Entre uma e outra música do David Guetta e Tempos de Pipa do Cícero (?) uma voz fanha ecoará pelos corredores dizendo:
- Colaboradora Regiane, comparecer ao caixa PPX.
Ou então
- Atenção equipe B, CDJ!
Frase esta dita em um tom bastante empolgado.

Você nunca saberá o que é um CDJ, ou o que é o PPX. Eu fico tentando interpretar os códigos, pensar que o PPX signifique “deu merda" e que a Regiane tem que aparecer logo para dar a descarga. O CDJ é uma alta nos índices Dow Jones e que a equipe B agora é composta por milionários que passarão o resto das suas vidas em iates na marina da Glória bebendo tequila de canudinho. Mas essas siglas não fazem o menor sentido.

Toda profissão tem seu jargão. Expressões que apenas quem é da área conhece. Muitos profissionais usam e abusam dos jargões por um único motivo: demonstrar conhecimento e excluir os terceiros. Mostrar que há uma linha clara de conhecimento que o separa dos demais indivíduos e que nem adianta tentar ultrapassá-la. No caso de dois profissionais de áreas diferentes, vence quem começa a utilizar jargões antes.

Mas, além dos jargões, há o caso dos códigos misteriosos. Não são tantas as profissões que utilizam esses códigos, como as pessoas que trabalham em uma loja de departamento. Mas temos aqueles que abusam delas, como é o caso do caminhoneiro.

Todo caminhoneiro é um senhor da estrada e da vida. Olhe para um caminhoneiro, com sua barriga cultivada em churrascarias fétidas de beira de estrada que servem carne de segunda banhada em gordura. Olhe para sua cara de quem já contraiu todas as doenças venéreas duas vezes, incluindo AIDS, contraídas com toda e qualquer mulher disposta a vender uma noite de amor selvagem. Suas rugas que já desafiaram a morte que os espera em todas as curvas de nossas estradas esburacadas. É preciso respeitar esses caras.

Olha só esse cara, olha o respeito que ele impõe
Caminhoneiros se comunicam com códigos estranhos que podem ser uma espécie de lingua do Q.
- Carro 2 QAP, QRV. QSL, copiado. TKS.
Se você estiver ao lado dele, não irá entender nada desse diálogo de siglas.

Como o caminhoneiro é um mestre do universo, todo e qualquer indivíduo que passe por estradas com alguma frequência quer copiar esse dialeto divino. Militares, seguranças, motoristas em geral adora usar QPR qualquer. Felizmente, a internet já nos proporciona descobrir esses mistérios, uma vez que alguns caminhoneiros resolveram revelar o Segredo que nem Rhonda Byrne conhece.

E na internet? Apesar de participar deste conglomerado mundial diariamente eu volta e meia tenho que parar para pensar no que significam as mais diversas siglas que as pessoas compartilham. MILF, NSFW, porra quando é que eu iria descobrir que isso era um aviso de que eu não deveria abrir o link no trabalho e por conta disso eu estou desempregado?, e meu cérebro já fritou com essas siglas misteriosas.

Nenhum comentário :