quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Dicas para o Enem

No próximo sábado, milhares de estudantes vão às ruas para decidir o seu próprio futuro. Eles vão prestar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio, que de um tempo para cá adquiriu ares de um vestibular unificado nacional. Um bom desempenho na prova pode abrir as portas dos melhores cursos, das melhores universidades do país. Um mau desempenho pode te guiar para uma péssima instituição, para mais um ano de cursinho, ou para um campo de trabalhos forçados.

O caminho para um bom resultado é um mistério da ciência. Por mais que os jornais e os professores tentem ensinar um guia prático para a aprovação no ITA/Medicina, cada um precisa encontrar o seu próprio método. Agora, existem muitas coisas que podem te levar a ruína. Não estudar, utilizar ou portar substâncias ilícitas no local da prova, comer comida estragada, não utilizar o despertador e acreditar que deus vai te acordar.

Não podemos garantir que você vai se sair bem na prova. Mas, podemos trabalhar para evitar que você caia em tentação e cometa erros amadores que não irão te classificar sequer para o curso de Filosofia da Universidade de Cangas. Por isso, fiquem atentos para as dicas a seguir.

Fique atento para o conteúdo da prova. Não adianta você ficar horas estudando as escalações do Flamengo nos anos 60, os golpes dos cavaleiros do Zodíaco ou o comportamento dos átomos de hélio na garganta de adultos, se isso não foi cair na prova.

Estranhe, caso sua prova esteja
marcada para este lugar
Conheça com antecedência o local da prova. Saiba pelo menos o local. Se você mora em uma cidade muito grande, existe a possibilidade de que você seja colocado em uma sala bem distante, daquelas que você vai levar três horas de ônibus e mais 18 km de caminhada para chegar lá. Pelo menos consulte o local e faça uma busca no Google Maps.

Não se esqueça de acordar para fazer a prova. Ela tem um horário marcado para acontecer e não dá para fazer segunda chamada depois. Não se esqueça de vestir roupas, porque a legislação brasileira ainda não permite o vestibular nudista. Saia de casa com direção ao local e evite quaisquer distrações durante o caminho, como fliperamas, rodas de capoeira e passeatas por uma intervenção militar. Ou você estuda, ou você pede intervenção militar, não tem como conciliar as duas atividades.

Certifique-se que você chegou ao local da sua prova e não a um clube de strip-tease. Certifique-se que há uma mesa disponível para você fazer a prova. Certifique-se que as pessoas ao seu lado não portam caldeirão, espetos, facas e nada que sugira que você esteja próximo de ser o protagonista de um ritual de sacrifício humano.

As normas da prova impedem que você porte alguns objetos no local da prova. Você não pode entrar portando revólveres, ogivas nucleares, araras e outros animais silvestres, tampouco animais domésticos, notebooks, laptops, granadas, vibradores, CDs do Bruno e Marrone. Há uma velha polêmica relacionada ao relógio, mas, em todo caso, evite-o.

Você deve aparecer no seu local de prova munido apenas de uma caneta transparente e com tinta preta. A caneta deve ser transparente para evitar que você coloque cola, cocaína, ou césio 137 no seu interior. A caneta deverá ser utilizada meramente para preencher a folha de respostas da prova. Você não deve utilizar a caneta para furar a jugular ou os olhos dos seus concorrentes, para cavar um túnel de fuga, para coçar o toba ou limpar o ouvido e depois passar a cera no papel.

A folha de resposta, por outro lado, deverá ser preenchida única e exclusivamente com a caneta de tinta preta. Não utilize canetas azuis, canetas vermelhas, canetas verdes, lápis, tinta guache, giz de cera, e muito menos o seu próprio sangue. Uma boa dica, é que na folha de resposta você deve marcar a opção que você julgar correta. Não tente realizar uma obra de arte baseada no pontilhismo por lá.

Há também, a questão da comida. Muitas pessoas sentem fome na hora da prova, outras vomitam ou tem diarreia se comer alguma coisa, especialistas dizem que comer e necessário, outros afirmam que isso irá te levar a morte. Então, a solução aqui é o autoconhecimento. Você é daquelas que às 10h30 da manhã já está de mau humor e esperando o tempo passar para comer? Então, leve alguma coisa.

De toda a forma, pense em algo prático, como uma barra de cereal ou um chocolate. Fruta também é uma boa, mas evite levar frutas grandes, como jacas (vai ser difícil manuseá-las), frutas que fazem sujeira pra caramba, como as mangas e também os vegetais de duplos sentidos, como a banana, para que você não tenha uma recaída súbita que te leve a introduzi-la em seu ânus. De qualquer jeito, não é uma boa ideia levar uma quentinha, assar uma carne ou um leitão no rolete.

Pois bem, evitando as armadilhas do caminho, você já diminui as chances de fazer merda na hora da prova. Mas, de qualquer forma se lembre: menos de 10% dos que vão fazer a prova conseguirão ser aprovados para um curso qualquer. Portanto, estatisticamente, a chance de você tomar no cu é muito maior do que a chance de você obter sucesso. Além do mais, qualquer coisa o Pronatec tai.

Ah, uma última dica: os professores nunca acertam qual é o tema da redação e não existe uma lógica para definir qual será o tema. Então, não liguem para isso.

2 comentários :

Gressana disse...

Há 20 anos os professores apostam no tema "desenvolvimento sustentável" e falham. Uma hora vai.

Luan disse...

No terceiro Paragrafo, palavra de numero 9 está escrita de forma errada.