sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Revolução Nudista

Na manhã de ontem, frequentadores de um parque em Porto Alegre assistiram uma cena surpreendente. Uma mulher corria nua pelo local. Não, ela não corria de maneira desvairada em meio a natureza, ela corria como correm vários corredores em parques, só que sem roupa. Ela acabou sendo detida por policiais, foi considerada doida e internada em um hospício.

Você pode imaginar que esse é um caso isolado, fruto desses tempos loucos em que nós vivemos. Tempos em que pessoas se digladiam virtualmente por conta de dois partidos com currículos sujos, tempos em que uma galinha pintadinha inflável gigante atrapalha o trânsito em São Paulo e provoca um acidente. Mas você se engana. O que nós estamos presenciando é uma verdadeira invasão nudista.

Vamos aos fatos. Também ontem (30.10) uma mulher foi vista andando nua na região central da cidade de Apucarana no Paraná. Diziam que ela estava visivelmente alterada. No dia 19 de outubro, um homem foi flagrado nu no telhado de uma casa em São Luís no Maranhão. Aparentemente, ele tomava sol de uma maneira extrema.
Tomar sol em cadeirinhas na praia é para os fracos

Na noite do dia 16 de outubro, um homem ficou nu em um posto de gasolina em Salvador, após brigar com um travesti. No dia 15 de outubro um homem ficou pelado em plena linha amarela no Rio de Janeiro, atrapalhou o trânsito e só foi contido com um extintor de incêndio (não, o extintor no foi inserido no ânus do sujeito). No dia 14 de outubro, dois casos: um homem andou nu pelas ruas de Santos e outro ficou sem roupa em pleno aeroporto Santos Dummont no Rio de Janeiro.

Ainda não se convenceu de que algo estranho está acontecendo? Pois saiba que no dia 12 de outubro uma mulher foi vista sem roupa na praia de Meaípe, no Espírito Santo. Em 6 de outubro, um eleitor foi votar nu no município gaúcho de Agudo. No dia 1º de outubro um aluno foi detido por estar sem roupa dentro da UnB. No dia 29 de setembro, um homem nu tentou invadir uma casa em Medeiros Neto, na Bahia, e foi preso.

Observem que os casos ocorrem em várias regiões do Brasil, nas cidades grandes e em cidades pequenas. Todos estão devidamente registrados na internet e se formos mais além, encontraremos muito mais do que esses 11 casos citados por aqui. Não pode ser coincidência.

O nudismo é uma filosofia de vida que busca a liberdade das amarras do mundo, um contato maior com a natureza por meio da não utilização de roupas. Todas as pessoas detidas pela ausência de roupas foram descritas como “alteradas”, não necessariamente pelo uso de substâncias alcoólicas. Podemos concluir que pressionadas pelo mundo contemporâneo, eles procuraram se libertar das suas roupas, medos e amarras. No Brasil, o não uso de roupas em lugares públicos é considerado um atentado ao pudor e pode te colocar na cadeia. A ausência de roupas deve ficar restrita aos poucos lugares onde ela é permitida.

O cartunista Vinícius Gressana, adepto do nudismo teórico, concorda que os seguidos casos de nudez não são uma coincidência. “Quem nunca sentiu vontade de tirar a roupa em lugares públicos, correr por aí balançando as bolas, sentindo o vento nas partes baixas? Heim? Todo mundo já quis fazer isso”, afirmou.

Por isso, enquanto muitos aí se preocupam com supostos golpes comunistas orquestrados por setores do poder, todos deveriam, na verdade, é se preocupar com golpe nudista que está para acontecer. Em breve, os sem roupa tomarão o poder – por força do constrangimento, ninguém quer lutar contra alguém pelado, por medo de se esfregar no pinto do cara – e instaurarão uma ditadura nudista, obrigando todo mundo a andar sem roupa.

Tomem cuidado.

Nenhum comentário :