sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Dados alterados

O presidente da Corporação CH3, Alfredo Chagas, concedeu uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (15.08) para fazer graves denúncias. Segundo Chagas, a página do CH3 teria sido alterada por computadores com endereços ligados ao Palácio do Planalto. “O único intuito dessa atitude pérfida é vilipendiar o sagrado direito do cidadão de se informar sobre as incertezas do mundo”.

Como prova da invasão, Alfredo Chagas mostrou a imagem abaixo, claramente contrária aos princípios editorais do CH3 e claramente inserida por fontes do planalto que querem prejudicar a imagem do veículo.

Alfredo vociferou contra a burguesia estampada nas páginas do jornal e lembrou que jornalistas a serviço do capital já foram vitimados por esta estratégia sórdida. “Aquele porco do Merval Pereira foi ofendido em seu túmulo por agentes neocolonialistas que querem propagar uma mensagem mesopotâmica no colunismo social de vanguarda!” disse, sob o aplauso de militantes enraivecidos.

O presidente prosseguiu dizendo que a luta contra o capital é monástica e secular. “Desde os tempos em que Karl Marx caminhava sob o Jardim do Éden que sacristãos e filisteus foram convocados a pegar em armas e por abaixo o estandarte da democracia ocidental. A elite predadora e seu estereótipo euro-hétero-macho-autoritário querem cercear a retaguarda protestante!”, ao que foi abatido por tiros. O enterro já está marcado para amanhã e aguarda apenas a confirmação da morte.

Mais sereno, o vice-presidente Pai Jorginho de Ogum prosseguiu com a coletiva. Disse que forças ocultas tem atuado contra integrantes do CH3. Afirmou que uma página da Wikipédia teve suas referências alteradas, para colocar o CH3 como fonte de um artigo sobre o jogo paciência. “Tudo isso com a intenção de confundir a população e reverter a imagem de credibilidade que nós conquistamos ao longo dos anos”.

Jorginho de Ogum ainda culpou o Planalto pelo recente boato de que Vinícius Gressana teria sequestrado uma garota e a mantido em cárcere privado. Também vieram de Brasília as ordens para que o Facebook de Jorginho fosse invadido e que fotos, claras montagens, dele participando de uma orgia sexual fossem postadas. “Não imaginam o quanto isso tem dificultado a relação com minha mulher. É difícil fazer ela acreditar que eu estou sendo perseguido pelo Palácio do Planalto. Mas reafirmo aqui que eu nunca estive, não estou e nunca estarei em uma orgia sexual no Facebook”.

Perguntado sobre os motivos do ataque, Jorginho disse que a provável razão é o medo. “Eles tem medo que o CH3 chegue ao poder. Mas, queremos dizer que esse não é o nosso interesse, por enquanto”. Jorginho, então, passou a palavra para Marcão, diretor de assuntos estratégicos, que disse que não tinha nada a declarar. Como ninguém quis falar sobre o assunto, Jorginho pegou o microfone novamente e afirmou que o CH3 já teve, sim, o objetivo de conquistar o mundo, mas que a estratégia foi redefinida e postergada.

Hanz, o Pansexual, deu a última palavra e disse que o único objetivo do CH3, ou pelo menos dele, é manter relações sexuais com o diretor do Facebook. Hanz negou que o blog esteja fortemente armado com canhões misseis teleguiados que poderiam implodir a praça dos três poderes a qualquer momento. Negou veementemente que esse ataque estaria planejado para a próxima segunda-feira (18.08), às 14h17. Muito menos, que a senha para detonar a ação seria 182792 e que o controle remoto estaria no apartamento 62 do nº 22 da rua Sucupira em Paranatinga.

Ao final da coletiva, todos foram informados que Alfredo Chagas passa bem, que os tiros o atingiram apenas de raspão. Mesmo assim, a expectativa é de que ele seja enterrado amanhã.

Nenhum comentário :