quarta-feira, 16 de julho de 2014

Dia de aniversário


O dia em que uma pessoa faz um aniversário é uma data especial e querida no imaginário popular. De fato, eis uma data que deve ser comemorada. Sobreviver nesse mundo cruel e mesquinho não é nada fácil e cada ano completado deve ser considerado uma vitória de 7x1 sobre a vida. Completar um ano é como roubar a bola do Fernandinho, tabelar no meio das adversidades e completar para o gol vazio.

Os aniversários acabam por unir pessoas que não se falavam há tempos. Adversários mortais e que não se toleram são capazes de se abraçar e desejar os mais profundos votos de felicidade. Perceba que algumas das mensagens mais entusiasmadas que você receberá no Facebook, virão de pessoas que você não encontra deste a Festa Junina da terceira série. O dia do aniversário acaba por ser um dia em que você poderia fazer tudo.

Existem muitas pessoas que acreditam que você tem o direito de não ir trabalhar no dia do seu aniversário. Por mais que nossas legislações trabalhistas protejam o trabalhador, não há nada que garanta uma folga no seu aniversário. Mas essa crença é muito forte no funcionalismo público, podem crer.

Qualquer coisa que aconteça com você nesse dia ganhara um contorno dramático a mais pelo fator aniversariante. Se você quebrar um pé no dia em que sopra as velinhas, todos irão dizer “puxa, justo no dia do aniversário!”. Porque ser atropelado por mamutes pervertidos logo após cair do décimo terceiro andar de um prédio é ruim. Ser atropelado pelos mamutes no dia do seu aniversário é ainda pior. Por outro lado, ganhar na loteria nessa data querida será uma façanha enorme.

Provável que na graça ou na desgraça você vire uma matéria no G1. Se o marujo que se afogou dois dias antes de fazer 31 anos já vira manchete, imagina quem morre ou marca um gol na final da Copa no dia do aniversário. O cara é um fenômeno do azar ou da sorte.

De certa forma, parece que todo mundo lhe deve um favor no seu aniversário. Colegas de trabalho dirão que vão fazer um serviço para você, não se incomoda, é o seu aniversário. Se você for parado numa blitz e for pego sem o documento, no dia do seu aniversário, com certeza você alegará com o guarda que é o seu aniversário, que poxa vida, quebra essa pra mim, e se ele tiver um coração no peito ele vai deixar passar. Capaz que deixe passar se você estiver sem documentos, alcoolizado, em um carro roubado cheio de cocaína e animais silvestres ameaçados de extinção.

Afinal, não dá pra prender ninguém no dia em que ele faz aniversário. Você nunca viu uma matéria sobre isso no Jornal Nacional.

Nenhum comentário :