quarta-feira, 25 de junho de 2014

Sósias

Mário Sérgio Conti não devia acreditar no que estava acontecendo. Pegou um singela ponte aérea Rio-São Paulo e, quando menos percebe, quem é que está ao seu lado, dividindo a poltrona? O técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari. O Felipão, longe dos holofotes, dos microfones. Uma entrevista exclusiva de meia hora, dentro de um avião. A reportagem, é claro, ganhou destaque nos jornais em que trabalha.

O problema, vocês já devem saber, é que não era Felipão que estava naquela ponte aérea e sim, um sósia seu. O fato entrou para a história do jornalismo brasileiro, principalmente por conta da errata mais engraçada de todos os tempos. “Ao contrário do que foi publicado no jornal ontem, o colunista Mário Sérgio Conti não entrevistou Luiz Felipe Scolari e sim um sósia do treinador”.

Entrevistar sósias de celebridades não é exatamente uma novidade. O Globo Esporte, por exemplo, faz isso toda semana, levando sósias de qualquer jogador para andar em Copacabana e distribuir autógrafos para grupos de retardados que nem sabem direito quem é, mas se está participando de uma reportagem da Globo, é porque é importante.

A novidade introduzida por Conti é publicar a entrevista com um sósia como se fosse verdadeira. Uma ideia, mesmo que involuntária, que faria Hunter Thompson morrer de inveja. Uma espécie de pós-jornalismo gonzo que, se virar tendência, pode revolucionar o jornalismo. A Dilma não quer falar sobre a Petrobras? Entreviste a sósia dela, publique e derrube um governo.

Há um fantástico e inexplicável mercado de sósias. Pessoas que se acham parecidas com algumas celebridades e então, inacreditavelmente, ganham dinheiro com essa suposta semelhança. Como? Participando de eventos. Veja bem, eu não pagaria para ter o Felipão na confraternização da minha firma, então, porque é que eu pagaria para ter um sósia do Felipão nesta mesma confraternização? Para as pessoas tirarem foto e fazerem uma graça no Facebook? Sim, eu sei que esse é o sentido da vida para muita gente – tirar fotos e fazer graça no Facebook do tipo “olha só quem apareceu aqui kkkkkk” e os amigos comentando “ké iso tá famoso kkkkk”.
Você ainda pode, por engano, entrevistar um sósia do técnico espanhol Vicente del Bosque, achando que na verdade ele era o Felipão

O pior sobre os sósias é que, na grande maioria dos casos, eles não se parecem em nada. Qualquer cidadão de olhos claros, careca e de bigode já se diz sósia do Felipão. Fez um penteado escroto? Sósia do Neymar. Pessoas que só são interessantes para reportagens do Globo Esporte, programa do Faustão e, estranhamente, as já citadas confraternizações corporativas.

Seguindo a tendência contiana de jornalismo, um sósia deste jornalista que vos escreve, entrevistou uma sósia da cantora Shakira, que esteve em Cuiabá para acompanhar o jogo da sua Colômbia contra o Japão.

Shakira, do you like Brasil?
Si, me gusta mucho Brasil. Un pais mucho impressionante, com muchas personas alegres e simpáticas, muy interessante. En Cuiabá jo goste bastante del baguncinha.

Do You Like Blog CH3?
Si, un blog mucho interessante com muy buenas postagens e que realmente ES mucho Bueno.

Sim, nosso sósia confunde um pouco os idiomas.

Nenhum comentário :