Aparições Misteriosas

Vocês devem se lembrar desse caso. Em uma pacata cidade do Paraná, era Paraná se eu não me engano, uma família limpava alegremente a janela da casa. Até que, devido a má-qualidade do produto de limpeza, uma mancha se fez na janela. Isso acontece às vezes. Quem estava limpando a janela deve até ter dito um palavrão do tipo “puta que o pariu” antes de perceber: a mancha na janela era a imagem de Nossa Senhora.

Seria apenas um caso bizarro. Mas a família, que era muito religiosa, achou aquilo fantástico. Chamaram a imprensa. A janela manchada com Nossa Senhora apareceu no Jornal Nacional. Parapsicólogos foram chamados para provar que não, a Virgem Maria não estava naquela janela. Mas aí já era tarde. Uma multidão se aglomerou diante da casa na expectativa de poder ver a imagem santa. Chegou-se a pensar num sala tour, que levaria uns poucos endinheirados a um tour pela casa com direito a vista da janela.

Não sei o fim que o caso teve. Provavelmente a TV se cansou daquilo, os curiosos foram embora e a família teve que arrumar alguma maneira de limpar melhor a sua janela.

Casos assim não são uma raridade. Nossa Senhora já apareceu em alguns lugares exóticos, segundo algumas pessoas. Em um azulejo quebrado ou em uma infiltração na parede. Até mesmo em um sanduíche. Sim, esse é o caso mais bizarro de todos. Uma mulher de Hollywood fez um sanduíche. Comeu meio pão e ficou satisfeita. Dia seguinte ela resolveu esquentar o meio sanduíche para comer. E ao esquentá-lo, a surpresa – apareceu Nossa Senhora. Não me pergunte como, mas o fato é que ela queria 20 mil dólares no e-bay pelo sanduíche santo.

Há quem já tenha visto Jesus no fundo de uma xícara ou o demônio num corte de alcatra. Mas as imagens de cunho religioso devem ter alguma grande explicação na psique humana. Deve ter alguma explicação com o ambiente de religiosidade. Se a mancha santa tivesse ocorrido na janela da casa de uma família islâmica, era capaz de que pensassem “olha, parece uma mulher de burca. Sabe como faz pra apagar?”.

Existem pessoas que enxergam mapas em todos os lugares. As pessoas chamam isso de Cartacoethes. O mapa da Austrália entre azulejos quebrados, a América do sul numa abóbora e a Inglaterra num papel amassado. Existem pessoas que enxergam imagens fálicas em tudo o que vêem.

Eu poderia ficar aqui inventando casos bizarros, de pessoas que já viram São Benedito num molho de alcaparras. Ou dos policiais que viram o rosto de Charles Bronson no peito de um traficante baleado. Porque é muito provável que tudo isso já tenha acontecido. Afinal, cada um enxerga o que quer.




O único caso realmente surpreendente sobre isso aconteceu na última sexta-feira. Ao voltar ao vestiário, o holandês Arjen Robben foi verificar sua perna que havia sido pisada por Felipe Melo. E qual foi a sua surpresa, ao perceber que as travas da chuteira formaram o rosto de Felipe em sua coxa.

Comentários

em teste disse…
aahahaha Eu sou das pessoas que procuram desenhos nas paredes. Mas Jesus num corte de alcatra tô pra ver ainda.E também tem os namorados que procuram desenhos nas nuvens e tb aqueles que dão pra namorada o nome de uma estrela e levam ela pra ficar em dois lugares ao mesmo tempo.Mas isso não te a ver.
Thiago disse…
é aquele momento de citar zé trindade: "o que é a natureza"