CH3 é 4

Parece até que foi ontem o dia em que Tackleberry, por MSN, avisou que havia criado um blog. Que ele ia ver com a Laís como fazia para adicionar outros membros. Eram tempos parecidos com os de hoje, estávamos no meio de uma Copa do Mundo. Tempos de campanha eleitoral e o noticiário é sempre parecido. Eram tempos diferentes também, era uma época em que o Twitter não existia. Muitas pessoas não devem se lembrar dessa época.

Pois, passaram-se 4 anos, desde àquele 21 de junho de 2006. Já cansei de contar a história do blog, o significado do seu nome, as suas origens. Já fiz isso em algumas tantas postagens comemorativas, que temo ficar repetitivo e também temo ser traído pela memória de agora, ou pela memória de antes, e assim me contradizer.

Melhor refletir sobre o último ano do blog, ano esse em que conseguimos quase 40 mil visitas. Foi um ano difícil, talvez o mais complicado da história do blog. Deixamos de ser universitários. Os assuntos ficaram mais difíceis, os comentários diminuíram. Por alguns momentos cheguei a pensar que eu não teria o que escrever, cheguei a temer pela morte do blog.

Mas um assunto sempre surgia, de alguma forma ou outra. Talvez o mundo não dê um assunto de post a cada dois dias, mas um esforço foi feito. Cada vez mais o blog apelou para temas insólitos. Apenas uma vez a postagem falhou, por questões de saúde, mas logo a questão foi corrigida.

Já ficou para trás o tempo em que tínhamos alguma pretensão maior com o blog. Não pensamos em ficarmos milionários, famosos ou qualquer coisa assim. O blog continua aí porque gostamos dele. Ficamos felizes com cada reação positiva e achamos graça das reações negativas. Gostamos quando uma pessoa que nos encontrou pelo Google deixa comentários elogiosos e damos risada quando outra pessoa nos questiona porque criticamos a Lambada, ao invés da pedofilia.

Também ficamos felizes quando um link nosso é colocado no Twitter. Foi muito legal quando o blog apareceu no jornal A Gazeta, pelas mãos do nosso saudoso amigo Dyolen. Enfim. Esperamos desde já que o blog chegue aos seus cinco anos, ano que vem.

E, para não deixar para amanhã o que pode ser feito hoje, iremos comemorar tão especial data no rodízio de pizzas do Verde Vale do shopping 3 Américas, a partir das 19h45. Todos os leitores estão convidados. Esperamos que comece aí, mais uma tradição do CH3.

Comentários

em teste disse…
Aê!!! Me dê um C, me dê um H, me dê um hiiiii-drocarboneto! Pois é, o CH3 já foi minha pauta jornalística, quando escrevi perfil de Hanz. E era sempre pauta possível, praticamente uma 7 anões da vida. Peçam uma pantaneira por mim! Rumo aos 5, CH3! E nesses 4 anos nunca consigo não ser em teste.
Andreza
Ana Luiza disse…
Graaaaaaande CH3.

Dou risada até hoje do Glauco que perdeu a tartaruga.

Um beijo no coração da rapeize aí.
Gressana disse…
Fiquei emocionado. De verdade, fiquei emocionado.
Adérito Schneider disse…
Cara, sem palavras...

Brindem uma pizza por mim (mas, por favor, um sabor normal como napolitana ou a simples e eficiente calabresa).

Abraços!
Zoi de Tandera disse…
Descobri o CH3 enquanto pesquisava sobre prostitutas no Google (não, eu não queria contatos de prostitutas, não sou o Hanz, queria material pra fazer uma postagem), aí caí numa página que falava sobre como a greve das prostitutas iria culminar na Terceira Guerra Mundial Nuclear. Na hora que eu li, achei muito, MUITO FODA! Um dia, eu falei sobre essa teoria com meu irmão, e ele me disse: "Velho, essa sua teoria é foda. Ou você é um sociólogo de primeira ou é retardado. Eu te conheço à anos, por isso sei que você é só um retardado mesmo" (nosso amor fraternal supera o impossível). Mas voltando ao texto, depoisque li, achei que fosse um daqueles "blogs mortos" que lotam a Internet. Cheguei a ficar triste por isso, mas aí percebi que não era! E comecei a aconpanhar o blog continuamente, há 6 meses já.

Continuem o bom trabalho. Vocês são demais, caras!

(foi mal pelo texto imenso)