Papo Estranho

Você provavelmente já foi abordado por alguém com um papo estranho. Alguém que veio com uma conversa sem pé nem cabeça. Conversa essa que visa um objetivo pouco usual. Sabendo o quão doentio é esse objetivo, a pessoa desvia o foco para tentar disfarçar a demência.

- Que dia quente né.
- É, verdade.
- Esse calor né... bem que poderia fazer alguma coisa...
- É, hehe.
- Eu me besunto.
- Ah, como?
- Besuntar, eu me besunto. Todos os dias. Com vick vapurub, é refrescante.
- !
- Você não quer experimentar? Vai ser bom.

Claro que existem os papos estranhos sem objetivo. Coisas de louquinhos de bairro.
- Vai fazer 15 graus amanhã.
- Como?
- Amanhã, vai fazer 15 graus de temperatura.
- Ah...
- Vocês não acreditam no que eu falo. Não acreditam nas minhas previsões. Mas amanhã, ah, amanhã fará 15 graus. E eu quero ver a cara de vocês quando esse minha previsão se concretizar.

Algumas pessoas com um papo estranho conseguiram posições de destaque e poder ao longo da história mundial. Provocaram guerras. É o caso de Hitler.
- Sabe, podíamos construir lugares, assim, em que os judeus fossem colocados.
- Ahn...
- E lá eles poderiam trabalhar. E depois eles seriam colocados em enormes chuveiros...
- Tomar banho?
- A princípio sim, mas desses chuveiros sairia Cianeto de Hidrogênio.
- Hmm... e ai?
- Bem, ai os judeus morreriam. Faríamos isso com todos os judeus.
- E porque?
- Porque eles são uma raça inferior. Devemos exterminar todos os judeus. E também os ciganos e aleijados.
- Olha, você tem razão. Vamos construir uma câmara de gás.

Provavelmente o próprio Hitler usou deste artifício outras vezes em sua vida.
- Opa, e ai. Feriadão prolongado né.
- Pois é.
- Vai fazer o que?
- Acho que vou pescar.
- Ah sim... pois é, ainda espero alguma coisa pra fazer.
- Sei.
- Você podia me emprestar sua casa de campo na Polônia?
- Ih, sai fora pô, nem sou seu amigo assim.
- Polonês maldito. Um dia você vai se arrepender.

E o Papo Estranho pode aparecer a qualquer momento.

Nesta semana, virou notícia em Cuiabá o caso do fotografo Tchello Caramori. Você nunca ouviu falar dele, mas ele era o fotografo da Priscila Pires. Caso você não se lembre, Priscila Pires é uma ex-bbb. Em entrevista a TV, Tchello disse que já trabalhou em “Londrina, Goiânia, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, enfim, o mundo”. Falar que já trabalhou no mundo todo, mas não citar uma única cidade do exterior? Nem San Matias.

Ele está em Cuiabá com um objetivo: entrar para o Guiness Book com o recorde de mulheres fotografadas em trajes de banho. Ele quer fotografar 2014 mulheres em traje de banho (o recorde anterior é de 1010). Ele pretende com isso levar o nome de Cuiabá, Londrina (sua cidade natal) e do Brasil para o mundo.

Bem. Vamos lá. O cara tem um currículo obscuro, se chama Tchello e quer tirar foto de 2014 mulheres de biquíni aqui em Cuiabá? Com esse argumento de entrar para a parte bizarra do Guiness Book? Muito estranho.

Está claro que ele quer algo a mais. Ainda não consegui descobrir qual é o seu real objetivo. Mas sem dúvida deve ser algo bem perverso, doentio e demente. Tomem cuidado.

Comentários

J. Tomaz disse…
Ele quer apenas ter um nome reconhecido e vááááários trabalhos aos seus pés.
só por essa bizarrice.
Thiago Borges disse…
consegui!! finalmente consegui minha volta após o exílio nas bahamas.

não ouvi falar desse fotógrafo por lá, mas com certeza não são boas intenções.
Mariana. disse…
só 195 mulheres apareceram. Esse cara devia aparecer num post de vergonha alheia. #fato.