quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Formatura: entradas triunfais

Alô, CHnautas.
Como vocês devem ter percebido, aqui no CH3, estamos tratando do famoso assunto de formaturas de universidade.
Porque? Ora, porque estes humildes blogueiros estão passando exatamente por isso na condição de participantes. E além disso, há pouco tempo teve início o circuito nacional de formaturas.
Você deve ter percebido, já que nas suas atualizações do orkut deve ter visto várias pessoas postando fotos de formaturas, e pessoas postanto fotos de várias formaturas que foram.

Pois sim, há pessoas que, na época do circuito de formatura, vão a 5 ou 6 festas, todo ano. Eu mesmo fui em duas na minha vida inteira.

Mas, para o formando, um dos momentos mais empolgantes e marcantes é a entrada no baile. Quando o locutor chama seu nome, e você entra desfilando por uma passarela até o palco. Esse momento, antes uma formalidade, com o passar dos anos foi ficando mais descontraído até virar uma putaria total.

O formando pode escolher uma música de sua preferência para tocar durante sua entrada enquanto ele pode fazer uma performance, se assim desejar. Infelizmente ninguém, nem mesmo o formando, conseguirá ouvir a própria música, por conta daquele monte de gente escrota que fica buzinando. Tsc, francamente.
Mas ainda sobra a performance. Tem se tornado cada vez mais obrigatória. Cada um planeja e ensaia uma entrada meses antes para que a sua seja inesquecível. Fica treinando piruetas, aprende a andar de perna-de-pau, a desviar de balas igual ao Neo, colocar o pé atrás da cabeça, lamber o cotovelo... E até que será inesquecível, até chegar a próxima formatura e ninguém mais dar a mínima.

As entradas mais comuns são:
-Com camiseta do time do coração, tocando o hino do clube.
-Extremamente "cheguei", tocando "I Will Survive". Normalmente escolhida por aquele colega homossexual que resolve soltar a franga, ou então por aquela garota perua e escandalosa. Toda formatura tem.
-Sambando ao som do maior pagodão. A intenção do(a) formando(a) é colocar todo mundo pra dançar.
-Pretty Woman. Outra constante. Para aquela garota que quer que todos saibam que ela é bonita. Ou achem.
-De All-Star tocando música indie que ninguém nunca ouviu falar. Normalmente escolhida por aquelas garotas-amélies.
-De escafandro, para os mais tímidos.
-De chapéu e fivela, tocando sertanejão. Normalmente escolhida pelos filhos de fazendeiro que vão herdar as terras do pai. Muito comum em formaturas de agronomia.
-Entrar marchando como soldado ao som da Marcha Imperial. Se for possível, com os sons da respiração do Darth Vader. Escolha favorita dos nerds.

Claro, há outros tipos de entrada. Há o caso também que o formando apenas entre ao som de sua música favorita, acene para seus amigos e família, dê um tchau pra todo o pessoal, etc. Com certeza a mais sincera, mas a mais esquecida. Não aconselhamos que o formando entre ao som de metal ou hardcore, pois as pessoas não entendem. E, se for fazer malabarismos, peripécias, traquinagens, etc. é bom que você saiba o que está fazendo!

Enfim, formaturas. Foi em uma, foi em todas. É legal prestigiar seus amigos, claro, e mais legal ainda se você for o formando. Só não espere novidades. Mas buzinas... Espere muuuuitas buzinas para estragar sua noite.

3 comentários :

Tayane disse...

Garotas Amélies???
Vcs tão por fora...
Amélie tá out
In agora é ser Malu Magalhães

Guilherme disse...

É, eu ainda to vendo se arrumo um escafandro pra entrar.

Não sei se vai dar, com essa crise.

Thiago Borges disse...

É cara, não teve jeito de entrar de escafandro.