Realidade Paralela

Eu já não sofro mais com a falta de idéias, agora o único problema é desenvolvê-las, porque geralmente surgem em momentos inapropriados e vão embora da mesma forma como aparecem. Bom é o hábito do jornalista, de andar com aqueles bloquinhos de nota sempre à mão. Não sei se todos são assim, mas é o que diz “A Prática do Jornalismo” sobre os jornalistas em filmes, então deve ser verdade.

Eu estava entrando no Carnicentas VIP novamente, mas desta vez alguma coisa estava fora do normal, muitas coisas, aliás, a começar pelo aspecto do lugar que havia melhorado significativamente. Pela primeira vez o Carnicentas VIP tinha ar condicionado, iluminação agradável e cheirava muito bem. Fui recepcionado por duas mulheres, que não só tinham todos os dentes como também eram muito bonitas. Jorginho de Ogum cuidava pessoalmente do balcão, enquanto Hanz e Cão Leproso disputavam uma queda de braços. O meu espanto em ver o Cão Leproso disputando uma queda de braços foi interrompido pela necessidade de correr. Estava sendo perseguido por um porco de costeletas, que corria em pé e segurava um machado na mão esquerda. Foi aí que eu percebi que se tratava de um pesadelo, pois porcos não têm costeletas.

Nos filmes quem tem pesadelos sempre acorda gritando e suando, e isso é pra quem dá sorte, porque os mais azarados se encontram com Freddy Krueger. Já os sonhos são diferentes, eles ficam muito bons com recheio de framboesa. As pessoas costumam gostar dos sonhos, principalmente se estiverem voando. O sonho só é problema pra quem fala ou faz alguma coisa dormindo. Eu não só falo, como xingo, dou chutes e socos, mas minha fala é em algum dialeto ainda não traduzido. Se você tem algum segredo e fala dormindo, é bom não dormir perto de ninguém, ou um dia vai se trair.

O sonho tem interpretações religiosas e científicas. Segundo a Bíblia, Jacó tinha previsões pelos sonhos, e pensadores e matemáticos também tinhas grandes idéias pelos sonhos. Yesterday surgiu após um sonho de Paul McCartney com um cachorro-quente.

Em uma abordagem pouco comum para sua linha de pensamento, Freud diz em “Interpretações de Sonhos” que o sonho nada mais é do que uma vontade reprimida de fazer sexo com sua mãe, já no Islamismo o bom sonho é inspiração de Alah, e o pesadelo uma mensagem de Satã. Tem sempre também aquela tia que só sonha com quem vai morrer, veja o último diálogo entre um amigo meu se sua tia Mundinha:

- Alô.
- Oi Arnaldo, tá tudo bem com você?
- Ooooi tia Mundinha, tudo ótimo, e com a senhora? Há quando tempo a senhora não liga hein?
- Tudo bem meu filho, resolvi ligar porque eu sonhei com você noite passada... você tinha morrido numa queda.
- Ah tia, pode ficar tranqüila que tá tudo bem comigo, tô até arrumando o telhado aqui de casa.
- Então tá bem, resolvi ligar pra saber né, e as crianças como estão?... Arnaldo?... Arnaldo?... Ô Arnaldo????? Pelamordedeus meu filho? Você tá aí?.... Ai meu Deus.... Ai meu Deus o Arnaldo morreu, não pode ser...
- Pegadinha do Mallandro!!!! Eu tô aqui tia.... Tia?... Tia Mundinha?

Se você tem alguma experiência interessante com sonhos ou sabe de alguma história como a da tia Mundinha compartilhe com a gente. Eu geralmente não lembro dos meus sonhos, mas estou tentando descobrir que mensagem havia por trás do porco de costeletas.

Comentários

Gressana disse…
Tem certeza que era um porco e não um anão? Dizem que o famoso Anão de Costeletas tem hábitos nada sadios.
Mas é, o lance de sonho é que você sempre se fode. Corre sem sair do lugar, cai de alturas incríveis, é atacado por cachorros...
Guilherme disse…
Sonho mais comum é que a cama tá caindo. Além do tradicional pelado no colégio.

Ou os sonhos com traumas de infância.
Mariana. disse…
você realmente deveria comprar um livro - "dicionário dos sonhos". é uma mao na roda pra saber o que significa aqueles sonhos sem pe nem cabeça, quando lembramos dele.

Por exemplo: sonhar com dente é morte na familia.
Sonhar com guarda chuva quer dizer que a primeira mulher que você ver quando acordar ficará gravida. Mesmo se ela for a sua bisavó.

Tem outras coisas bizarras, mas terá quer ler o livro.
Thiago Borges disse…
em algumas ocasiões a gente tem que se dar bem nos sonhos, não é possível só se ferrar toda vez.

e esse dicionário dos sonhos parece ser bom, vou procurar, talvez explique o porco de costeletas.