A Prática do Pansexualismo

Estava eu sentado a uma mesa de canto no Carnicentas VIP, um local fétido. Em Cuiabá só um lugar fede mais do que o Carnicentas VIP, o Carnicentas original, que foi interditado. Estava sozinho na mesa, pedi à filha muito feia de Jorginho de Ogum que me deixasse em paz, queria beber minha cerveja e, principalmente, atingir o objetivo pelo qual estava ali: me curar da falta de idéias.

Como relatei em meu post anterior, fui acometido por esta terrível doença que ataca as entranhas cerebrais, e o passeio com Cão Leproso até Tangará da Serra não passou de uma solução paliativa. Amigos disseram para eu procurar um psicólogo, mas prefiro encher a cara em um puteiro barato, só um detalhe, levei o meu copo de casa, a cozinha do Carnicentas VIP é deplorável.

A nostálgica jukebox postada ao lado do bar preenchia o salão com a melodia de Beto Barbosa, quando notei uma figura de aproximando pelo corredor que levava aos quartos. Era Hanz, o maldito velho Pansexual. Me perguntei por que cargas d’água o velho tarado já não estava mais preso, e ao mesmo tempo minha intuição dizia que ali terminaria o meu problema com a falta de idéias.

Hanz perguntou se podia se sentar à minha mesa, fiz que sim com a cabeça já esperando por um relato sobre sua saída da cadeia. Lendo meus pensamentos, o velho se sentou dizendo:

- Fui solta ontem de manhã. As guardas disse que se Hanz masturbasse de novo ia ser morta.

Os relatos do velho sobre sua estadia no Pascoal Ramos foram de certo modo óbvios. Segundo Hanz, Jorginho de Ogum se tornou uma espécie de oráculo no presídio, consultado até mesmo pelo diretor do lugar. Já Alfredo Chagas não estava se dando tão bem, pegara 15 dias de solitária após causar uma rebelião. Pensei: bem feito para aquele desgraçado. O velho tarado também me contou que acabou solto devido seus hábitos sexuais um tanto peculiares. A Secretaria de Segurança alegou temer por uma disseminação de DSTs dentro do presídio, como se isso já não acontecesse antes de Hanz. Outro fato determinante na soltura do libertino foi que Hanz começou a instruir as mulheres dos presos sobre a melhor forma de traficar armas, drogas e celulares nas cavidades corporais.

Se um velho tarado pansexual causa problemas nas ruas, confinado em um presídio a coisa fica muito pior. Conhecendo as façanhas de Hanz, posso dizer que a única solução para este ser asqueroso é a cadeira elétrica, e mesmo assim ele morreria fazendo sexo com a mesma. Mas não há pena de morte no Brasil, um país onde há mais pansexuais do que você imagina. Segundo o IBGESEX (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Sexual) para cada 14 brasileiros existe um pansexual, por isso Hanz resolveu criar a ONG Pansex, com a missão de proteger e estimular o pansexualismo ao redor do globo.

Segundo o velho depravado, a Pansex irá acolher pansexuais acima de 18 anos de qualquer sexo e nacionalidade, gente como o homem não identificado que ficou preso ao fazer sexo com um banco de metal em Hong Kong. Hanz sonha que com a Pansex o Brasil passe a ser uma referência global em pansexualismo, a Meca dos depravados sexuais do mundo todo. E quando perguntei ao velho onde ele pretende instalar essa tal ONG ele respondeu de imediato: no Carnicentas VIP, e ainda me disse que não sabia porque, mas estava de pau duro desde o início do dia.

Pra mim foi o basta, pedi minha conta para ir embora daquele lugar que em breve se tornaria um antro de depravação. Puteiro barato tudo bem, mas ONG pansexual já é demais. Saí de lá com a certeza de que nunca mais sofreria com a falta de idéias, e resolvi escrever este texto, com o título em homenagem ao sensacional “A Prática do Jornalismo”, que faz um ano de vida.

Comentários

Gressana disse…
Juro. Ainda não lembro porque a gente anda com esse velho safado.
Mas essas estatísticas são alarmantes. Um a cada 14? Ou seja tinha pelo menos três pansexuais no nosso curso quando ele começou.
Guilherme disse…
Cara, azar é quem tirar ele no amigo oculto. Ou pior, ser sorteado por ele.

Velho maldito.
Thiago Borges disse…
sim, tinha 3 pansexuais, e um deles até desconfio quem seja.
Leidóca disse…
Cara, o Carnicentas só dá gente boa e bonita.[dar no sentido de ir]

Ow CH3, posta logo o comercial desse empreendimento.