Profissões desgraçantes

Nas minhas andanças buscando Pai Jorginho, prestei atenção em uma profissão desgraçada. E não falo de gari, limpador de fossa ou jornalista. Estou falando do pessoal que sinaliza as estradas. Sim, vocês já pararam pra pensar que existem pessoas que tem que ficar pintando faixas e colocando placas nas rodovias?

Sim, imaginem, ter que pintar faixas durante quilômetros. As faixas do acostamento são mais simples, linhas contínuas apenas. Mas, as faixas do meio são muito mais complicadas. Na hora que pode ultrapassar as faixas são separadas, enquanto que no pedaço em que a ultrapassagem é proibida, a linha é contínua. Não se pode errar um centímetro e além de tudo tem que intepretar se as condições são ou não favoravéis para a ultrapassagem.

E o pessoal que coloca as placas? Já pararam pra pensar naquelas plaquinhas que indicam a quilometragem? Primeiro é preciso andar a estrada toda pra saber quantos quilômetros ela tem. Depois, pegar um monte de plaquinhas e a cada quilometro, parar, descer do carro, pegar a placa certa e prensar ela no chão. Isso por quilometros interminaveis.

E ainda tem as plaquinhas colocando as distancias entre as cidades, as plaquinhas de sinalização.

Ainda mais, porque muitas estradas passam no meio do nada. Entre plantações, pastagens, desertos ou florestas. Então, não há nada no meio do caminho. Você tem que ficar lá no meio do nada, colocando placas. Se tiver sede, se tiver um atraso, não há como ir até uma cidade próxima. Porque, não existem cidades próximas!

Pensem nisso, quando estiverem em estradas, mafrendas.

Comentários

Gressana disse…
Rapaz... Pra esse tipo de profissão valer a pena eles têm que ganhar um rio de dinheiro.
Mas é claro que não é isso que acontece. Eles são só pobres diabos mesmo.
alienacao disse…
Huahuahua... Já havia me perguntado como isso era feito. Agora tudo está tão claro.

Butakka
Thiago Borges disse…
Credo, isso é mais humilhante que se prostituir
J. Tomaz disse…
e vc nem comentou do cheiro forte que a tinta tem... eu já passei por esses desgraçados quando estavam colocando faixas...
é um cheiro de matar!