Dicas para voar com balões

Sem dúvida, os balões estão em alta.
Depois da história do padre looner, um americano chamado Kent Couch conseguiu voar preso numa cadeira cheia de balões durante 9 horas, a uma altura de até 4.000 metros. Até uma galinha já chegou a voar com balões. Esses acontecimentos podem refletir o sonho já antigo do ser humano de voar, incentivado por aqueles desenhos animados que mostravam personagens voando pelo céu amarrados em balões. Mas o mais provável é por causa do incompreendido fetiche por balões, que você já viu aqui no CH3.

Essa onda começou mesmo com o padre Carli que, inconformado com essa sociedade mesquinha, prendeu-se em centenas de balões de gás hélio, levantou vôo e desapareceu. Incompreendido, descobriu-se que ele tinha fetiche por balões. Repreendido pelas leis do celibato, resolveu ficar a sós com seus preciosos balões, acima das nuvens.
Apesar da catástrofe, esse ato inspirou Kent Couch, que viu as notícias e pensou: "esse cara sabia das coisas. Quero ser como ele". Então realizou o vôo e quando pousou, a 425 km de onde havia partido, foi recebido calorosamente pelos nativos com abraços e tapinhas na bunda.
Enfim, a febre dos balões pegou. Looners do mundo inteiro comemoram porque finalmente enxergaram uma chance de serem compreendidos pela sociedade. A Associação Nacional de Apoio aos Looners (ANAL), pretende fazer uma parada do orgulho looner.

Caso você resolva também sair por aí voando em balões, tome as seguintes precauções:

-Tenha muitos balões. Pelo menos uns 150. E não daqueles vagabundos que estouram por qualquer coisa. Alguns trocados economizados aqui podem significar sua morte. E ah, para decolar você precisa enchê-los com gás hélio, portanto, poupe seus pulmões.
-Vá ao banheiro antes. Nada mais desagradável do que dar vontade de cagar enquanto você estiver na altura das nuvens. Nem pense em cagar lá de cima. Mesmo no perímetro rural, nunca se sabe se o tolete vai cair no pára-brisa de um carro e provocar um acidente. Sem falar que ali em cima é bem difícil de se limpar.
-Por via das dúvidas, tenha um celular com crédito.
-Cheque as previsões meteorológicas antes de voar. Jamais voe com previsão de tempestade.
-Leve grana no bolso pra voltar pra casa. Senão você vai lá, cai numa cidade e não tem como voltar. E aí? Acha que alguém vai te dar carona só porque voou em balões?
-Tenha algo para estourar os balões gradativamente. Não precisa ser uma arma, um estilingue resolve, se você tiver muitas pedras.
-Leve agasalho. E mantimentos.
-E pelamor de Deus, aprenda a usar um GPS antes.

Enfim, você está livre para voar. Aproveite.

Comentários

Thiago Borges disse…
agora que estão vindo as férias da facul vai ter um monte de gente voando em balões.
Guilherme disse…
post dos vinícius sempre ganham um comentário a mais, daquele cara que acha que a gente ainda não descobriu sua identidade.
--

Mas enfim, são boas medidas a serem tomadas por esse povo. É aquela história de se proteger sempre com seus fetiches.
Andreza disse…
Caso alguém precise de um celular com crédito, é só pedir pro Guilherme. Ele sempre tem 429084 reais de crédito todo mês. Deve ser porque ele não liga pras pessoas. Porque, na verdade, as pessoas têm medo de falr com ele pelo telefone. O Guilerme tem medo de falar com ele pelo telefone. Numa parte do vídeo do Guilerme fóbico tinha uma mensagem subliminar: -Eu tenho medo de falar com o Guilherme pelo telefone. Eu vi.