Esportes Olímpicos: Futebol

Futebol é um esporte praticado com os pés. Eventualmente acontecem exceções.

O que você sabe de futebol? Provavelmente tudo. Ou quase nada, mas o nada pode ser tudo e vice versa se observadas determinadas condições. O que você com certeza sabe é que o futebol é o principal instrumento de tortura usado no Brasil. Sim, narrações feitas pelo Galvão Bueno, Luiz Carlos Jr, Luis Roberto e comentários feitos pelo Muller, Caio e Neto só tem um nome: tortura.

Ao que se diz, o Brasil é o país do futebol e os ingleses o inventaram. Mas talvez isso não seja verdade. Os brasileiros nem gostam tanto assim de futebol (sim um monte de gente aproveita o futebol só pra brigar) e os ingleses apenas criaram as convenções. Talvez verdadeiros inventores sejam os chineses que jogavam algo parecido com futebol usando bexiga de porco há uns mil anos. Mesmo com a invenção da bola os chineses continuam jogando algo parecido com futebol. Mas isso é uma hipótese. Quem é que sabe afinal qual foi civilização que teve a idéia de chutar um negócio redondo com fins recreativos pela primeira vez? Eu não sei, mas aposto na Mesopotâmia, eles sempre inventam tudo.

Na Inglaterra cada escola que praticava o futebol tinha suas próprias regras. Na escola de Camball era normal que o time vencedor devorasse o time perdedor no final da partida. Na escola de Edgar Allan Poe se admitia que rituais de magia negra fossem feitos durante o jogo. A escola de Rúgbi jogava com as mãos e deu origem ao rúgbi, claro. Criaram então a Football Association que definiu as regras, que lógico, já mudaram com o tempo.

No Brasil também existiam regras diferentes em cada estado. No Rio Grande do Sul, por exemplo, era obrigatório ter buracos nos campos, desarmar o adversário sem derrubá-lo no chão era considerado falta e a Avalanche era usada como critério de desempate.

Mas quanto às regras, antes era normal um jogador pegar a bola que estava no alto e colocar no chão para prosseguir a partida. Também era permitido empurrar o goleiro com a bola para dentro do gol. Mas, não vamos falar de regras. Se quiser saber mais compre um livro como “O livro de ouro do futebol” do Celso Unzeltte. Ou então, pergunte a Leidi.

O futebol é um esporte engraçado. No Brasil as pessoas assistem as olimpíadas apenas para ver o futebol sendo que ele é o esporte menos Olímpico que existe. Dizia-se que os atletas olímpicos deviam ser amadores. Kaká ganha 20 milhões de euros por ano, Beckham ganha cerca de 100 reais por minuto. E, além disso, o futebol é o único esporte que tem um evento mais importante do que as Olimpíadas. Se nada é mais importante do que um ouro olímpico nos 100m rasos, no iatismo e no badminton, para o Futebol a copa do mundo é muito mais importante do que as Olimpíadas. E que esses argentinos não tentem contestar. A Copa do Mundo tem até mais telespectadores do que as Olimpíadas.

Mas enfim, por muito tempo os jogadores de futebol que participavam das Olimpíadas eram amadores. O Brasil, por exemplo, tinha que mandar os juniores para lá. Os Estados Unidos nunca mandavam ninguém, porque não existe um único estadunidense que faça algo que não seja por dinheiro. Com isso, os países do bloco comunista ganharam todas as Olimpíadas. Hungria, União Soviética, Polônia, Tchecoslováquia, Iugoslávia e Bulgária eram as grandes potências. Sim, porque, teoricamente os comunistas jogavam futebol apenas por prazer e não tinham nenhum benefício financeiro com isso. Hoje em dia essas regras mudaram e qualquer jogador que tenha até 23 anos de idade pode jogar.

E mesmo assim, o Brasil não consegue ganhar a medalha de ouro. Certo que durante muito tempo os times brasileiros que disputavam as Olimpíadas eram ridículos. Era algo como o seu time do colégio jogando com uns uniformes um pouco melhores. A primeira medalha veio em 84. Prata. Em 88, outra medalha de prata num time que tinha Bebeto, Romário e Taffarel. Em 96 veio o Bronze, depois de perder pra Nigéria. E na última participação brasileira nos jogos de Sidney em 2000, o Brasil conseguiu perder pra Camarões, sendo que os camaroneses tiveram dois jogadores expulsos.

Esse ano o Brasil vai disputar e vai perder de novo. É o que me garante Jorginho de Ogum. E não é porque ele fez uma previsão, é porque o técnico é o Dunga.

---
PS: Fomos perguntados pela Laíse no último post sobre o paradeiro do mestre dos Magos. Informamos que ele não foi localizado pela nossa produção apesar dos nossos insistentes contatos.

Comentários

Andreza disse…
Marcadores:Conversas excludentes

O Guilherme é um poço de informação futebolística. Na verdade, ele tem a memória do Capote e sua lembrança mais remota é dos dois anos. Impressionante... Futebol não é bem o meu quadrado, mas eu devo a ele e a Leide (ela me ensinou o que é impedimento e me disse quem é o Adriano) meus sofríveis conhecimentos sobre o assunto.
Gressana disse…
Rapaz, se não me engano tem até regras específicas para o futebol nas olimíadas. Tipo, o time que ganha fica se encoxando, algo assim.
Ah, não, isso é no vôlei.
livinha disse…
Andreza...vc não vai dizer que eu te ensinei quem era o Juca Kfouri?
Andreza disse…
ok, Livinha. Verdade, eu confundi com aquele Tostão, cujo artigo eu tendi mesmo pouca coisa...
Leidi disse…
Valeu Andreza, precisando é só gritar.
Leidi disse…
Caramba, que fique registrado nos anais meu agradecimento por Hans ter citado meu nome na matéria. Que honra, tô me achando.