Coisas em Comida, e vice e versa

Certa vez um renomado Jornal Cuiabano divulgou uma matéria sobre Objetos presos no ânus de indivíduos, por acidente ou não. Objetos peculiares, tais como garrafas de vidro e espetos de churrasco. Em outra ocasião, um famoso programa de entrevistas noturnas de uma grande emissora de televisão brasileira, entrevistou (ohh) um médico especialista em objetos bizarros que eram engolidos por pessoas bizarras. Dentre baratas e chaveiros do Fluminense. Mas apesar dessa variedade de especialistas em objetos das mais diversas variedades, introduzidos nas mais diversas cavidades humanas, existia uma lacuna a ser preenchida (sem duplo sentido), nesta área de objetos em lugares indevidos. Claro, sim eu disse claro, que estamos falando de Objetos achados na comida. Cabelos, pedras, animais, vegetais e outras coisas. Alguns são tão corriqueiros que chegam a fazer parte do nosso cotidiano. Mas foi, com a inquietude e o empreendedorismo, marcas que estão presentes na vida de poucos, foi graças a isso, que o Colombiano, Alfredo Humoyhuesos , ou Fredito para os íntimos, escreveu em 2004 o livro “Obietos encuentrados em lo medjio de la comida”, da Editora Sombreros & Pantalones. Muito pouco divulgado, tive acesso a essa raridade underground, e transcrevo abaixo algumas das passagens mais interessantes. Aliás, transcrevo não, resumo, porque o Espanhol Arcaico usado por Fredito, não é tão fácil de se entender. Na foto, temos Alfredo aos cinco anos. Infelizmente não sabemos quem é quem na foto. Mas vamos as passagens. (Infelizmente a Imagem de Humoyhuesos, não pode ser exibida, por deficiencia do blogspot).

Animais:
-Certa vez na Alemanha Jurgen Fritz encontrou uma ninhada de crocodilos no meio de sua salada.
-Antonio Marcos encontrou na sua casa em Coimbra, Portugal, 3 animais de pequenos porte, não identificados.
-Uma vez, uma senhora encontrou seu gato siamês, perdido a 2 anos, dentro de um Big Mac, na Letônia.
-O próprio Humoyhuesos encontrou um polvo dentro de sua lata de cerveja, em 1967.

Vegetais:
-Um senhor russo encontrou uma batata na sua salada de batatas. Acreditem, isso é muito raro por lá.
-No Brasil, já foi encontrada uma sequóia dentro de um pacu em 1875.

Cabelos
-No Rio de Janeiro, o senhor José de Andrade, encontrou muitos pelos em sua sopa, depois descobriu-se que tratava-se do ator Tony Ramos que estava embriagado.
-Na Tailândia certa vez, foram encontradas azeitonas no meio de alguns pentelhos. Na verdade era para ser o contrário, mas a situação era drástica, acreditem.

Outros Objetos.
-Andrey Dromitaiescu encontrou uma dentura no meio de seu Risoto, em um restaurante na Transilvania.
-Na Bahia, uma mulher encontrou um feto, misturado a feijoada.
-Um garoto búlgaro se deparou com o álbum de figurinhas da copa de 74 dentro de sua maça.
-Na cidade de Vigo, havia um escafandro dentro de um Pão, na Padaria “El Mariñero”.
-Em uma grande macarronada na Itália, existia duas bolas de basquete, e o time inteiro da cidade de Modena, misturado as almôndegas;
-Vinicius Gressana, já encontrou um Pato e um Dançarino de Rumba Venezuelano seminu (só de meias) dentro de seu Pingado na Cantina do IL.
-Pra finalizar, Alfredo, já encontrou uma ossada de Tiranossauro Rex, dentro de um pacote de Feijões Heinze, na Nicarágua em 1971.

Comentários

Carlo Gressana disse…
Nunca mais tomo pingado naquela cantina!!
o.Ô
Thiago Borges disse…
hahahahahaha, esse pingado nunca me enganou