sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

O ET de Varginha

Há 20 anos o Brasil foi tomado de assalto pelas notícias, algo desencontradas, sobre a aparição de um extraterrestre no município de Varginha. Tanto tempo depois, o mistério ufólogo entrou para o imaginário popular e sempre é lembrado com um ar de anedota, como uma grande piada, fruto da inocência da população do pequeno município mineiro.

Vinte anos depois o caso volta a ser relembrado e agora, com a frieza dos acontecimentos e uma análise realista dos fatos, é possível afirmar: sim, alguma coisa aconteceu na cidade do sul de Minas de 1996.

Os Fatos
1) Três meninas viram um ser estranho, de pele marrom e olhos vermelhos, agachado próximo a um muro na tarde do dia 20 de janeiro de 1996. Saíram correndo e ao voltarem ao local foram informadas por um pedreiro que o bicho já tinha sido levado pelos bombeiros.

2) O Corpo de Bombeiros de Varginha recebeu uma ligação afirmando que um animal estranho estava pelas redondezas do bairro Santana. O mesmo bairro em que as três meninas viram o bicho. Duas testemunhas afirmam que viram os bombeiros saindo da região com sacos plásticos. Um caminhão do exército também parou na região.

3) A diretora do zoológico de Varginha foi informada que os bombeiros queriam entregar um animal para ela. Como ela não estava no zoológico no momento, a entrega jamais foi feita. Existem relatos de moradores que avistaram um animal esquisito na região.

4) Ocorreu uma grande movimentação no hospital da cidade, incluindo a chegada de várias viaturas militares. Um policial da cidade que teria participado da ação morreu em circunstâncias misteriosas, dois meses depois, com uma infecção inexplicável.

5) Um casal viu um objeto luminoso indo em direção a rodovia Fernão Dias. Um piloto de avião viu um objeto caindo nos arredores da rodovia Fernão Dias. Disse que ao chegar lá encontrou a área cercada por militares e foi retirado do local.

Controvérsias
Há muitos pontos da história que podem ser contestados. O objeto luminoso no céu pode ser qualquer coisa. O relato do piloto de avião é duvidoso, porque os militares teriam que ser muito velozes e eficientes para chegar até o local da queda do disco voador tão rapidamente.

Muitas memórias sobre aquele dia que mexeu com o imaginário popular da cidade podem ser memórias adquiridas, aquelas que as pessoas passam a achar que viveram de tanto que escutaram sobre.

O relato das meninas também pode ser de uma forma desmoralizado. Crianças não sabem o que dizem. Mas é aí que está o fato principal da noite.

Polêmica
Em 1917 em um pequeno vilarejo português três crianças, e apenas elas, viram Nossa Senhora de Fátima algumas vezes e a santa revelou alguns segredos para elas. Esse é um dos principais mistérios da fé cristã e foram referendados pela Igreja Católica. Não há muita diferença em relação as três meninas de Varginha, tirando o fato que as mineiras tem uma vantagem.

As crianças portuguesas eram realmente crianças, a mais velha tinha dez anos, idade em que ainda se conversa com brinquedos como se eles tivessem vida. Em Varginha, a mais nova tinha 14 anos e a mais velha tinha 22, idade em que já é possível ter um bom discernimento entre o mundo real e o mundo imaginário, exceção feita aos casos em que se está sob os efeitos de substâncias ilícitas e alucinógenas.

O relato de Varginha apenas não tem uma grande instituição para dar fé e ratificar o caso como verdadeiro. Por isso acreditamos que uma imagem mais clara que o sol apareceu sobre uma árvore na roça portuguesa, mas duvidamos de um ser estranho na roça brasileira.

Fatores Desmoralizantes
Provavelmente, um dos principais fatores para o descrédito da aparição dos extraterrestres é o fato de ela ter acontecido em um pacato município do interior de Minas Gerais. Mas, ao contrário do que as pessoas imaginam, os extraterrestres não têm noção da geopolítica do planeta terra e a chance de um incidente interplanetário ocorrer no sertão da Paraíba, no centro de Nova York ou na Sibéria, é exatamente a mesma.

Mas certamente, o que mais contribuiu para o descrédito do incidente foi a superexposição midiática. Principalmente do programa do Gugu. Gugu Liberato é uma espécie de Midas oposto e tudo em que ele toca se transforma em merda. Todos os assuntos abordados de maneira jornalística por ele acabam caindo em uma espécie de redemoinho da mediocridade e são condenados a infâmia.

Explicação Oficial
De acordo com o exército, nada aconteceu. As meninas provavelmente viram um louquinho de bairro, conhecido como Mudinho, que tinha o hábito de ficar agachado próximos a muros. Não ficou bem claro se os bombeiros foram acionados para capturá-los. A movimentação próximo ao hospital teria acontecido por conta do parto de uma anã, naquela que é a explicação mais bizarra da história.

Alguma Coisa Aconteceu (no meu coração que só quando a Ipiranga)
Uma leitura sobre os fatos, vinte anos depois, indica que alguma coisa estranha aconteceu no município mineiro naquele dia. Não é possível afirmar que seriam alienígenas, mas é possível dizer que as crianças viram alguma coisa estranha, outras pessoas viram alguma coisa estranha, os bombeiros foram acionados e o que quer que eles tenham encontrado acabou por chamar a atenção do exército.

Pena que não existia Whatsapp na época.

Nenhum comentário :