Mitos, Verdades e Dúvidas sobre Cuiabá

Hoje é aniversário de Cuiabá. Nossa querida cidade, berço do CH3 e da civilização moderna, que completa neste 8 de abril de 2011, exatos 292 anos. Ano passado a cidade completou 291 anos e ano que vem, por sua vez, será a vez das 293 velinhas sobre o bolo. O que mostra como os números são fascinantes, como as coincidências acontecem e como Rebecca Black pode ser incrivelmente filosófica.

Muito se fala sobre Cuiabá. Aliás, pra dizer a verdade não se fala muito. Exceção feita a previsão do tempo e algumas operações da Polícia Federal. Em compensação, muito se fala sobre Cuiabá na própria Cuiabá. Os habitantes daqui devem falar sobre a cidade todos os dias. Mas, muito se fala mesmo sobre possíveis aspectos exóticos da cidade, condições peculiares daqui. Como bons conhecedores do assunto, o CH3 esclarece diversos pontos sobre a cidade.

Cuiabá é quente?
Sim, e não tenha dúvida disso. Já perceberam como na previsão do tempo a mulher faz uma cara de espanto ao falar “máxima de 40 graus em Cuiabá?”. Pois é, é quente mesmo. E pior, faz mais do que esses 40 graus. Mas, quer saber? Dá pra viver. O calor é triste, beira o insuportável, mas nós sobrevivemos. Rimos dos paulistas que acham que 30 graus é calor e dos sulistas que se queixam do sol ao pino. Mas aqui, nós conhecemos e aceitamos nossa condição. De tal modo que até moradores de baixo da ponte tem ar-condicionado. Passamos bem, enquanto que no Sul as pessoas mal têm ventilador.

Jacarés vivem nas ruas de Cuiabá?
Vivem sim. E se alimentam de turistas burros.

Cuiabá tem prédios?
Sim.

Existe Coca-Cola em Cuiabá?
Sim. Existe até uma fábrica por aqui. Antigamente ela ficava em Várzea Grande, tal qual o aeroporto de Cuiabá fica em Várzea Grande. Atualmente, a fábrica continua sendo em Várzea Grande, mas é só atravessar a ponte. Rodovia Mário Andreazza, 1800.

Qual é a origem do sotaque cuiabano?
Não sei. Me explica a origem do sotaque genovês?

Cuiabá é o pior lugar do mundo para se viver?
Sem dúvida não. Até porque, existe Campo Grande.

Existe lazer em Cuiabá?
Claro que depende do seu ponto de vista, mas existem algumas opções. Bares, boates, putas atravessando a ponte para Várzea Grande. Existe uma cena local de música alternativa que hoje em dia dominou o Brasil e a América Latina. Existem times de futebol que jogam no simpático estádio do Dutrinha, uma vez que o Verdão foi demolido. Teatro é mais raro.

Porque Diogo Mainardi pagaria 10 mil reais para não vir a Cuiabá?
Bem ele usou esse argumento para falar de pessoas que dão palestras ao redor do Brasil. Se um outro jornalista recebe 10 mil reais para dar uma palestra em Cuiabá, ele pagaria 10 mil para não vir para cá e não dar a palestra. Tal assuntou gerou o começo de uma guerra civil e nunca é bom se lembrar dele.

Quais as piores coisas de Cuiabá?
O calor, o trânsito, a época da seca.

E quais são as melhores?
Tudo o que não envolva o calor, o trânsito e a época da seca.

Parabéns, Cuiabá – Solta o Rasqueado aí.

Comentários

Thiago disse…
ótimo post, a verdade sobre cuiabá
aerosmith disse…
incrivel post
bruno disse…
ow, campo grande por enquanto ainda ta melhor que cuiba. o transito de cuiaba realmente é horrivel!!